Estado

Foto: Divulgação

Há menos de cinco dias para o início da maior festa popular do país, o Carnaval, no Tocantins boa parte das prefeituras e empresas que irão organizar o evento ainda não apresentaram, ou tiveram projetos reprovados pelo Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins. Dos 21 municípios e 02 blocos que irão montar estrutura para a festa, apenas 11 apresentaram projeto, destes apenas dois foram aprovados.

Os projetos estão sendo analisados pelas Diretorias de Serviços Técnicos – DISTEC, da corporação, nas sedes dos Bombeiros de Palmas, Gurupi,  Araguaína e Porto Nacional. Na análise o corpo técnico da DISTEC, verifica cada projeto e propõe mudanças caso sejam necessárias para atender a legislação.  A estrutura montada deve atender às exigências quanto a guarda-corpo, altura de escada, corrimão, parte elétrica e travamento do palco e ainda preventivos de segurança, tais como: extintores, sinalização de rota de fuga, saídas de emergência, quantidade adequada de extintores de incêndio e aterramento de todas as estruturas metálicas bem como a de palcos e camarotes.

Devem ser entregues na DISTEC, o projeto, as anotações de responsabilidades técnicas - ARTs, assinadas por engenheiro ou arquiteto responsável, o termo de compromisso atestando que o evento tem excelentes condições de segurança, de acordo com a Norma Técnica do Corpo de Bombeiros N° 26, que rege eventos temporários, autorização do município, pagamento da taxa de serviços de bombeiros, além da documentação dos organizadores. A norma pode ser acessada no site do www.bombeiros.to.gov.br.

Municípios e blocos que não deram entrada:

Palmas, Miracema, Cristalândia, Paraíso, Lajeado, Lagoa da Confusão, Araguaina, Araguatins, Porto nacional, Ponte alta, Dianópolis e Bloco Zorra (Dianópolis).

 Resumo geral:

·         23 projetos de eventos temporários em todo Estado

·         2 aprovados

·         9 projetos protocolados e não aprovados

·         11 não deram entrada até o momento.

Por: Redação

Tags: Corpo de Bombeiros