Educação

Foto: Divulgação

Alguns alunos que residem na zona rural de alguns municípios ainda não foram ás aulas este ano por falta do transporte escolar. Alguns pais chegaram a entrar em contato com o Conexão Tocantins reclamando da falta do transporte.

Em Porto Nacional, por exemplo, alunos que moram em algumas comunidades rurais chegam até a esperar na porta mas o ônibus nunca passou pelo local este ano. Uma manifestação está prevista para acontecer esta semana por parte de pais e moradores de uma das comunidades. O líder da comunidade e presidente da Associação dos produtores rurais, Erenilton afirmou ao Conexão Tocantins que já foi á prefeitura de Porto Nacional e foi informado que não havia dinheiro para arcar com o transporte.

Este impasse vem ocorrendo ainda na zona rural de Gurupi e de outros municípios menores. Procurado pelo Conexão Tocantins o secretário Estadual da Educação, Adão Francisco afirmou que o Estado já está providenciando o pagamento dos meses que não foram pagos pela gestão anterior. “ Vamos pagar a dívida acumulada, já temos o desenho para pagar esta dívida”, frisou. O pagamento referente a janeiro já foi repassado para todas as prefeituras no mês passado.

Adão anunciou ainda o pagamento da segunda parcela do repasse para os municípios já na próxima semana. “Vamos pagar a segunda parcela já dessa gestão e agora cabe ás prefeituras fazer a parte delas”, disse.

O impasse se dá porque algumas prefeituras estão deixando de transportar as crianças do Estado mesmo a Seduc dando o ônibus e ainda pagando mensalmente a manutenção dos veículos e ônibus.  “ As prefeituras que não estão transportando não estão cumprindo o acordo e vamos ter que acionar judicialmente para verificar o que está acontecendo”, disse. O secretário argumentou ainda que a falta de transporte é uma discriminação com as crianças e agride o que prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA.

A Seduc deve anunciar em breve como será pago o valor que foi deixado em atraso já que o Estado ainda não tem orçamento.

Por: Equipe Conexão Tocantins

Tags: Adão Francisco, Seduc, Transporte escolar