Saúde

Foto: Divulgação Uma das alternativas para evitar agrotóxico é o consumo de alimentos da agricultura orgânica ou agroecológica Uma das alternativas para evitar agrotóxico é o consumo de alimentos da agricultura orgânica ou agroecológica

A uva, o tomate e a alface foram os alimentos com maior número de amostras com presença de resíduos de agrotóxico fora dos limites considerados satisfatórios, segundo o monitoramento do Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA). As amostras foram coletadas por técnicos da Vigilância Sanitária Estadual em supermercados no município de Palmas.

Na segunda etapa de 2012 foram coletadas 53 amostras das seguintes culturas de alimentos: uva, tomate, alface, abobrinha, feijão e fubá de milho. Segundo o resultado das análises, 38% das amostras foram consideradas insatisfatórias, isto é, em desacordo com a legislação vigente.

Entre as principais irregularidades identificadas estão à utilização de agrotóxicos não autorizados para a cultura em 15 amostras, a presença de resíduos de agrotóxicos acima do limite máximo de resíduo em quatro amostras e a presença de resíduos acima do limite máximo de resíduo além da presença de agrotóxico não autorizado em uma amostra, conforme explica a responsável pela Amostragem do Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos da Vigilância Sanitária Estadual, Yzabela Crystiny Moura. 

O monitoramento tem objetivo de avaliar continuamente os níveis de resíduos de agrotóxicos nos alimentos que chegam à mesa do consumidor. As amostras foram coletadas em 2012 e os resultados do monitoramento foram divulgados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Recomendações

“É importante salientar que a lavagem e retirada de cascas e folhas ajudam a reduzir a presença de resíduos de agrotóxicos nas partes externas dos alimentos”, ressalta Yzabela. Além disso, é importante optar por alimentos da época ou produzidos por métodos de produção integrada, que a princípio teriam recebido menor quantidade de agrotóxicos para serem produzidos. Outra alternativa é o consumo de alimentos da agricultura orgânica ou agroecológica que também pode reduzir a exposição dietética aos agrotóxicos, além de contribuir para a manutenção de uma cadeia de produção de alimentos ambientalmente mais saudável.

O consumidor pode acompanhar o resultado das análises realizadas pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos no site da http://portal.anvisa.gov.br/. (Ascom Sesau)