Meio Ambiente

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Tocantins, câmpus Palmas, está sendo acusada de descarte irregular de esgoto no lago de Palmas. Contatado pelo Conexão Tocantins, o Instituto Natureza do Tocantins - Naturatins confirmou que recebeu uma denúncia por telefone e uma equipe do instituto constatou a veracidade do fato no último dia 16 de fevereiro.

Segundo o Naturatins, a UFT foi notificada tendo um prazo de 15 dias para resolver a situação.

O Conexão Tocantins foi informado por alunos e por transeuntes que frequentam a ponte Fernando Henrique Cardoso sobre o mau cheiro nas redondezas da UFT. Segundo as informações, o esgoto seria uma mistura de fezes, urina, substancias químicas, restos de lavagens de corpos do curso de medicina, entre outros.

UFT

A direção e reitoria da Universidade Federal do Tocantins esclareceu ao Conexão Tocantins que a bomba da estação de tratamento do câmpus Palmas havia queimado e está passando por manutenção devendo ser religada imediatamente.

A Universidade informou que está cumprindo o prazo para adequações do descarte de resíduos sólidos estipulado pelo Naturatins e trabalhando para promover ajustes no sistema com foco na qualidade ambiental.