Estado

Foto: Suzana Barros

A Fundação Redesat está em processo de modernização da infraestrutura e programação. Para agilizar esse trabalho, na manhã desta quinta-feira, 26, o governador Marcelo Miranda acordou com o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, a regularização de processos que permitirão a mudança do sinal da TVE para a versão digital, a ampliação das transmissões no interior do Estado e a captação de recursos para investir na infraestrutura da Fundação.

Na reunião, foi formalizado um pedido de encaminhamento do processo de transferência da outorga, que é a autorização oficial para que uma emissora de televisão ou rádio possa transmitir. Só com essa transferência concluída, a Fundação terá condições de dar andamento à modernização da TVE e Rádio 96 FM. A Fundação Redesat foi instituída por Lei Complementar em 2011. Anteriormente, era um instituto vinculado à Fundação Universidade do Tocantins (Unitins) e, desde a criação da Redesat, a regularização estava pendente junto ao Ministério.

O governador recebeu do ministro garantias de que a situação será resolvida com prioridade. “O Estado merece toda a atenção do governo federal. Eu pedi a equipe para cuidar disso com prioridade, para que nós possamos atender o Tocantins, que depende muito de uma boa comunicação para se integrar ao restante do Brasil, como um Estado importante do país. Podem contar que daremos prioridade para respondermos o mais rápido possível”, afirmou o ministro.

Com a transferência da outorga concluída, o projeto prioritário é a mudança do sinal da TVE para versão digital. A Redesat já possui o processo de transferência em fase adiantada. Outra situação que será resolvida é a questão das transmissões no interior do Estado. A TVE está presente, hoje, em Palmas e em mais 74 municípios, mas apenas em 30 o sinal é regularizado.

A equipe também trabalha para melhoria da infraestrutura e, com a regularização da situação jurídica, será possível buscar recursos federais para investimentos. “A Redesat é fundamental para integração do Estado, porque só emissoras públicas têm condições de chegar a comunidades mais distantes e que ficam à margem das informações sobre o Tocantins, o Brasil e o mundo”, frisou o governador Marcelo Miranda.

Divulgação em rede nacional

A TVE faz parte da Rede Nacional de Comunicação Pública, que tem a EBC Comunicação como responsável pelo comando da TV Brasil. No Tocantins, a TVE tem autorização para retransmitir a programação da TV Brasil, que tem espaços na grade para veiculação de programas em nível estadual, produzidos pela equipe local. Por funcionar como uma filial da TV Brasil, a TVE, também pode oferecer conteúdos para serem veiculados dentro da programação nacional.

“Estamos fortalecendo a relação com a TV Brasil, produzindo e oferecendo mais conteúdos para veiculação em nível nacional e internacional. Dessa forma podemos levar o olhar, a cultura e o conhecimento do Tocantins para fora do Estado e do país. Quanto mais consolidarmos a TVE Tocantins como uma TV pública de qualidade, mais vamos levar o Tocantins para fora”, destacou a presidente da Redesat, Valéria Kurovski.

Atualmente, a TVE já tem um programa veiculado em nível nacional. O Vitrine do Campo, voltado para o setor agropecuário, vai ao ar todas as quartas-feiras, às  7 horas, na TV Brasil. No próximo dia 5 de março, será exibido, no programa Caminhos da Reportagem, uma matéria especial sobre o Jalapão e outras reportagens especiais sobre o Tocantins já estão em negociação com a TV Brasil.

Por: Redação

Tags: Marcelo Miranda, Redesat