Estado

Foto: Divulgação

O governador Marcelo Miranda avaliou positivamente sua extensa agenda nesta semana, em Brasília. Duas razões fundamentais, segundo ele, o levaram à capital federal: apresentar a real situação do Tocantins e emplacar projetos, recursos e novas parcerias com a União.

 O governo federal vive a mesma situação que o Tocantins no que se refere à Lei Orçamentária. O Orçamento Geral da União para este ano, assim como o do Estado, ainda não foi aprovado. Mas isso não foi motivo, como ele bem ressaltou, para que deixasse de fazer uma “verdadeira peregrinação, de ministério em ministério, para defender os interesses do Tocantins”.

 “Eu saio daqui muito satisfeito por entender que, não só pela sinceridade dos ministros, mas com a certeza de que nós podemos obter também vitórias num futuro bem próximo. Nós sabemos que o orçamento do governo federal ainda não foi votado e, consequentemente, nossas demandas estarão em estudo. Nossos técnicos estarão trabalhando com os técnicos dos ministérios nesse sentido”, adiantou o governador.

 Marcelo Miranda esteve nos ministérios da Pesca e Aquicultura, Previdência, Casa Civil, Vice-Presidência, Integração Nacional, Minas e Energia, Educação, Transportes, Saúde, Comunicações e Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República.

 As demandas apresentadas pelo governador e que aguardam sinalização do governo federal passam por setores estratégicos para o desenvolvimento do Tocantins, a exemplo do projeto de educação integral e humanizada, aportes de recursos para desafogar a folha de pagamento do setor da saúde e a defesa das obras da Ferrovia Leste-Oeste no Tocantins, o que, na avaliação do governador, “junto com a Ferrovia Norte-Sul, vai potencializar a capacidade de escoamento da produção do nosso Estado”.

 No ministério da Saúde, por exemplo, o governador ouviu, do ministro Artur Chioro, críticas à gestão passada por conta da má execução dos recursos para o setor. “Têm demandas de construções de hospitais, recursos que foram para construir hospitais e que não foram feitos. Nós temos três hospitais que estariam sendo construídos e nada foi feito. O ministro se sensibilizou com as demandas e colocou sua equipe à disposição do Estado”, adiantou Marcelo Miranda.

 Outros pontos fortes na corrida aos ministérios foram a solicitação para a retomada das obras da BR 010, a duplicação da BR 153, as obras da ponte sobre o rio Araguaia, no município de Xambioá, ligando o Estado a São Geraldo, no sul do Pará, e a construção de aeroportos no Tocantins, em especial no município de Mateiros, quando o processo licitatório para as obras deve ser lançado no segundo semestre deste ano. Essas demandas, de acordo com o governador, “estavam represadas por questões orçamentárias”. Ao falar dessas demandas, Marcelo Miranda frisou a importância da articulação política da bancada federal em Brasília. “Devemos estar todos unidos na defesa do Tocantins”.

 Sobre a questão da previdência – gargalos encontrados no Igeprev pelo seu Governo -, Marcelo Miranda disse que o assunto também foi tratado em Brasília e que o impasse maior é a liberação do CRP (Certificado de Regularidade Previdenciária), necessário para que o Estado possa firmar contratos e convênios com o governo federal. “Até a próxima semana, esse entrave deve ser resolvido”, adiantou o governador.

 O penúltimo compromisso do governador em Brasília foi com o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini. A regularização de processos que permitirão a mudança do sinal da TVE para a versão digital, a ampliação das transmissões no interior do Estado e a captação de recursos para investir na infraestrutura da Fundação estiveram na pauta do encontro.

 A agenda de Marcelo Miranda foi concluída na quinta-feira, 26, com sua participação no lançamento, pela presidente Dilma Rousseff, do #Bem Mais Simples Brasil, programa nacional de desburocratização que tem o objetivo de simplificar o dia a dia dos cidadãos e das empresas de todo o país. Ele esteve acompanhado da primeira-dama e deputada federal Dulce Miranda.

Por: Redação

Tags: Marcelo Miranda