Campo

Foto: Juliano Ribeiro

Com o objetivo de realizar o levantamento ocupacional e finalidades de uso dos 364 lotes, do projeto de Irrigação São João, começa nesta segunda-feira, dia 09, o recadastramento de todos os irrigantes do projeto. Esta ação do Governo do Estado por meio da Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro).

De acordo com o Diretor de Irrigação e Drenagem, Carlos Spartacus, quem não fizer o recadastramento sofrerá sanções. “Os produtores que não efetivarem o recadastramento serão considerados desistentes do sistema de irrigação e do lote, e perderão os benefícios e direitos do projeto de fruticultura. Nosso objetivo é atender as deliberações acertadas como o Ministério Público Federal em reunião realizada em fevereiro deste ano, que contou com representantes dos irrigantes e dos órgãos estaduais ligados ao projeto”, explica o diretor.   

O projeto São João esta situado à margem direita do reservatório da Usina Hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães, na região central do Estado. Dividido em lotes, os irrigantes cultivam abacaxi, banana, maracujá, goiaba, melancia, coco, flores tropicais e hortifruti, por meio de métodos modernos de irrigação como o gotejamento e microaspersão.

O recadastramento segue até o dia 20 deste mês e pode ser feito das 14 às 18h no núcleo de serviço do projeto no município de Porto Nacional. (Ascom/Seagro)