Saúde

Foto: Divulgação

Crianças e adolescentes que apresentem necessidades especiais devem receber atendimento odontológico diferenciado, que além de evitar o estresse muitas vezes causado pela cadeira do dentista, também proporciona um tratamento mais completo. No Tocantins, o Hospital Infantil de Palmas (HIP) está capacitado a atender estes pacientes que se enquadrem na faixa etária de 30 dias até 12 anos incompletos.

A coordenadora da Odontologia do HIP, Carmen Taisa Duarte, explica que os tratamentos odontológicos que poderiam ser realizados em nível ambulatorial, tais como restaurações, remoção de foco infeccioso e urgências e emergências são realizados em centro cirúrgico, sob o efeito de sedação ou anestesia geral, isso devido à condição de saúde do paciente ou em casos em que a criança ou adolescente tem dificuldade em aceitar o procedimento.

A coordenadora ainda destaca que o tratamento é feito de forma conjunta pelas diversas especialidades médicas, o que traz inúmeros benefícios. “Atualmente, o paciente tem sido visto como um todo e a odontologia está integrada a esta realidade. Temos notado que estes tratamentos têm trazido qualidade de vida aos pacientes que não conseguem ser inseridos na rede pública convencional e uma melhora significativa no quadro clínico do paciente internado, reduzindo eventualmente seu tempo de internação”, ressaltou.

Além do tratamento odontológico oferecido em centro cirúrgico, a equipe do Hospital Infantil também presta atendimento educativo e preventivo aos pacientes internados na unidade, bem como aos pacientes encaminhados pelo serviço de regulação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e a pacientes que necessitem de tratamento odontológico emergencial.

No ano de 2014 a equipe de Odontologia do HIP atendeu a uma demanda de 6.044 pacientes da pediatria, 1.313 pacientes dos ambulatórios e 51 pacientes de centro cirúrgico. (Ascom Sesau)