Palmas

Foto: Divulgação

A cidade de Palmas renova este ano o compromisso com o evento Hora do Planeta, que é uma adesão ao maior ato simbólico contra as mudanças climáticas, que ameaçam diretamente o futuro da humanidade, por meio do aquecimento global. O evento será neste sábado, 28, entre as 20h30 e 21h30. As principais ações na Capital constam do desligamento das luzes no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, Câmara de Vereadores e Paço Municipal.

No Espaço Cultural, além do desligamento das luzes, também está sendo programada a iluminação com velas durante 1 hora, pelos participantes. Uma das recomendações do WWF Brasil, Organização Não Governamental (ONG) responsável pelo evento no País, é que não sejam desligadas iluminação de ruas e avenidas, para resguardar a segurança da população. 

O evento contará com a participação da Associação dos Catadores de Palmas, que receberá as Garrafas Pets utilizadas na atividade de acendimento das velas. A organização do evento pede que cada participante leve uma garrafa para doação à Associação e convide um amigo, para se comprometer com este ato.

Para o diretor de Gestão Ambiental da Fundação de Meio Ambiente (FMA) de Palmas, Diêverson Reis, embora este seja um evento simbólico, tem a intenção de promover uma nova postura em relação ao meio ambiente. “Uma consciência ambiental e adoção de posturas sustentáveis devem ser incorporadas a nossa rotina. A Hora do Planeta é um ato importante, mas a responsabilidade ambiental é para ser exercida todo dia”, destacou.

A presidente da Fundação de Meio Ambiente, Germana Pires Coriolano, também enfatizou a importância do evento. “Nossa adesão à Hora do Planeta é uma forma de tentar despertar a consciência da sociedade para os impactos do aquecimento global e as consequências das mudanças climáticas para a humanidade”, definiu. (Secom Palmas)