Meio Ambiente

Foto: Valério Zelaya

Uma ação carregada de simbologia chamou a atenção de pessoas que passaram ou estavam na Grande Praça do Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, no último sábado, 28. Um grupo de servidores da Fundação do Meio ambiente (FMA) de Palmas realizou em Palmas o evento, já tradicional, a Hora do Planeta, que este ano contou com a adesão de todas as capitais brasileiras e outras cidades históricas do País. O objetivo desta ação é incentivar uma comunidade global interconectada a compartilhar os desafios da criação de um mundo sustentável, conforme explicado no site WWF Brasil/Hora do Planeta (http://www.wwf.org.br/participe/horadoplaneta/faq_hp/).

Em Palmas foram desligadas as luzes de três prédios públicos, que têm grande representatividade e apelo visual: O Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, a Prefeitura Municipal e a Câmara de Vereadores. Porém, a concentração principal foi na Grande Praça do Espaço Cultural, onde os organizadores reproduziram, à luz de velas, o símbolo da Hora do Planeta - 60+, que significa os 60 minutos que a energia foi utilizada de forma racional.

“A Hora do planeta é uma proposição da Organização Não Governamental (ONG) WWFapresentada a pessoas, empresas e governos a adotarem posturas sustentáveis. E essas mudanças começam em pequenos atos, dento de nossas casas, na redução do consumo de energia, água. Cada um fazendo a sua parte, nós podemos ter um mundo melhor e mais sustentável,” afirmou o diretor de Gestão Ambiental , Diêverson dos Reis.

A secretária de Desenvolvimento Urbano Sustentável e presidente interina da FMA, Germana Pires Coriolano, explicou que este evento tem o principal objetivo de sensibilizar as pessoas a refletirem sobre o uso adequado dos recursos naturais, da eficiência energética e sobre a forma que as pessoas têm feito uso desses recursos em sua rotina.

“Se tivermos o cuidado de evitar o desperdício em nossas residências, em nossos locais de trabalho, se desenvolvermos ações sustentáveis como plantar árvores adequadas, optarmos por equipamentos eletro-eletrônicos que tem o consumo de energia racional e se conseguirmos multiplicar essa ideia, já estaremos contribuindo para que tanto Palmas, quanto o planeta se tornem mais sustentáveis e é isso que a gente busca”, definiu.

O que é

A Hora do Planeta 2014 é uma campanha mundial, iniciada em 31 de março de 2007, pela ONG WWF-Austrália e que inspirou os moradores de Sydney a mostrarem seu apoio ao combate às mudanças climáticas. Mais de 2,2 milhões de pessoas e 2.000 empresas apagaram suas luzes por uma hora no primeiro evento Hora do Planeta.

Este evento tornou-se um movimento global que une as pessoas para proteger o planeta. No final de março de cada ano, a Hora do Planeta reúne comunidades de todo o mundo que celebram um compromisso com o planeta, apagando luzes por uma hora designada. Em Palmas, a adesão aconteceu em 2010.

Compromisso

A Hora do Planeta incentiva pessoas, empresas e governos a mostrar liderança em soluções ambientais através de suas ações, usando a Hora do Planeta como uma plataforma para mostrar ao mundo que eles estão tomando medidas para reduzir seu impacto ambiental.

A Hora do Planeta pede a todos para terem responsabilidade pessoal por seu impacto sobre o planeta e adotarem mudanças comportamentais para facilitar um estilo de vida sustentável. Dar o primeiro passo é tão fácil como desligar as luzes. Desligando suas luzes na Hora do Planeta você está reconhecendo e celebrando o seu compromisso de fazer algo mais para o planeta que vai além da hora. (Com informações do site: http://www.wwf.org.br/participe/horadoplaneta/) (Secom Palmas)