Saúde

Foto: Divulgação

Das 27 vacinas disponibilizadas pelo Ministério da Saúde aos diversos Municípios brasileiros, pelo menos seis estão em falta. A carência das ferramentas de imunização já atinge os Estados de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rondônia, Rio de Janeiro, Pernambuco, Tocantins, Pará e Distrito Federal. O material em falta seria utilizado para combater doenças como a febre amarela, tuberculose e caxumba.

Segundo informações emitidas pelo Ministério da Saúde, o atraso nos repasses das vacinas se deu pela reforma de alguns laboratórios fabricantes. O órgão explica que em razão disso o cronograma de distribuição das vacinas para os Estados foi alterado.

Entretanto, a falta de vacinas já vem ocorrendo desde o início deste ano. A previsão é que a reposição dos estoques se normalize neste mês de abril. Até lá, a comunidade fica sem vacinas importantes como: BCG, Tetra viral, Febre Amarela, Antirrábica e Hemófilo Influenza B (HIB).

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) entrou em contato com o Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde para obter mais informações sobre o caso. Até o fechamento desta matéria, não obteve resposta ao questionamento.

Por: Redação

Tags: Ministério da Saúde, Vacinas