Cultura

Foto: Divulgação

Na contramão do discurso punitivo, o filme “Sem Pena” busca refletir sobre a pena de prisão e sobre a sua real eficácia no combate à criminalidade, tendo em vista que a violência não para de crescer, assim como a população prisional. O Brasil já é a terceira maior população carcerária do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e China. 

Propondo o debate sobre o tema, o filme documentário será exibido na DPE-TO –Defensoria Pública do Estado do Tocantins, nesta sexta-feira, 10, a partir das 15h, no auditório da Instituição, e será aberto ao público com entrada franca. O evento é realizado pelo Nadep – Núcleo Especializado de Assistência e Defesa ao Preso e pelo Cejur – Centro de Estudos Jurídicos e contará com a participação de defensores públicos que atuam na área, compartilhando informações e experiências. 

Sem Pena

Premiado na categoria Melhor Filme Júri Popular, no 47º Festival de Cinema de Brasília, em 2014, “Sem Pena”  traz depoimentos de pessoas que foram presas ou processadas e também de especialistas, o documentário Sem Pena, além de sensibilizar para a construção de uma sociedade mais justa e tolerante, alerta ainda para o fato de que a justiça só acontece quando há oportunidade de defesa para o acusado. 

Os temas abordados no documentário são a falta de acesso à justiça, entraves na execução das penas privativas de liberdade, as dificuldades enfrentadas pelo egresso, a ausência de infraestrutura na prisão, o fortalecimento do crime organizado dentro e fora das prisões e as frequentes violações aos direitos humanos.

Por: Redação

Tags: Agenda Cultural, Defensoria Pública