Polí­tica

Foto: Divulgação

“Se encararmos as crises como oportunidades, o Tocantins está diante de uma grande porta para um novo momento de desenvolvimento. É nisso que acreditamos. É preciso rever conceitos, práticas políticas e administrativas. Acreditamos que o Tocantins precisa mudar o discurso de um Estado novo, para um Estado dinâmico”. As considerações são do secretário-geral de Governo, Herbert Buti, na entrevista que concedeu ao Jornal Opção, avaliando os cem primeiros dias do governo Marcelo Miranda.

Buti defende que o Estado precisa adotar uma postura diferenciada. “Não devemos mais pedir ajuda, pensar pequeno, mas sim nos posicionarmos como protagonistas de um novo tempo de prosperidade para o Brasil e nossa região. O futuro do Brasil passa por aqui”, analisa o secretário. Ao avaliar os primeiros 100 dias ele afirmou: " durante este primeiros cem dias agimos em outras frentes para regularizar a situação jurídica, contábil e fiscal e retomar a capacidade de assinar convênios, receber transferências e apresentar projetos ao governo federal", contou.

Dentro dessa nova forma de administrar, ele destaca que o governo tem adotado a prática de reuniões mensais com toda a equipe de auxiliares, sendo que a Secretaria-Geral de Governo e a Secretaria de Planejamento promoverão reuniões setoriais para monitorar as ações de governo e o comportamento da execução orçamentária e financeira. No entendimento do secretário, o programa “Governo Mais Perto de Você” será uma estratégia para a modernização e inovação do Estado, o que ele classifica como a construção de um novo tempo de paz e prosperidade. “Superamos a fase mais crítica da crise e fizemos isso com muita responsabilidade. Foi preciso dedicar um tempo precioso para arrumar a casa e agora é a hora de praticar o exercício salutar da civilidade política”, disse.

Neste campo, Buti sustenta que o governo já retomou os diálogos com todos os setores do PMDB, com o intuito de fortalecer a aliança vitoriosa em 2014 — com os partidos PT, PV e PSD. “Em 2016, estaremos vivendo um momento mais tranquilo no governo e, com certeza, saberemos construir as melhores alianças para continuar fazendo o que for necessário para trazer progresso e qualidade de vida para cada região desse fantástico Estado”, analisa.