Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada estadual Luana Ribeiro (PR) posicionou-se através da rede social Facebook sobre os protestos dos comerciantes nesta quarta-feira, 29, para mudanças no Estacionamento Rotativo Pago de Palmas. Segundo afirmações da deputada, a Prefeitura de Palmas não respeita o cidadão e o estacionamento implantado tem incomodado muito os comerciantes. 

“Da forma como está posto, o estacionamento não observa a necessidade do comércio e não respeita o cidadão”, afirma a deputada. 

A deputada convida a população da Capital, comerciantes e cidadãos para participar na próxima segunda-feira, 4, de audiência pública na Assembleia Legislativa do Tocantins para discutir o assunto. 

Confira posicionamento da deputada na íntegra 

Me solidarizo com os comerciantes que protestaram na manhã desta terça-feira, 29, pedindo mudanças no sistema de estacionamento rotativo de Palmas.

O estacionamento rotativo, implantado em fevereiro, tem incomodado muito os comerciantes. Além disso, cabe ao Poder Executivo a tarefa de administrar os interesses da população, e não há unanimidade quando o assunto é o pagamento do estacionamento. Ao que consta, não houve uma consulta prévia para que o rotativo fosse implantado.

Me solidarizo com população de Palmas que já é tão penalizada com o aumento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e todas as taxas e impostos pagos mensalmente, e ainda precisa arcar com mais essa cobrança.

E me uno à Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e à Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), que já solicitaram revisão do sistema.

Da forma como está posto, o estacionamento não observa a necessidade do comércio e não respeita o cidadão. Não há tolerância mínima, já aplicada em outros municípios onde o serviço foi implantado, e nem como é realizado em estabelecimentos privados, a exemplo dos shoppings da cidade.

Convido toda a população de Palmas, comerciantes e cidadãos, para participar conosco na próxima segunda-feira, 4, de audiência pública na Assembleia Legislativa, para discutir o assunto. Atendendo à solicitação do deputado Wanderlei Barbosa (SD), serei uma voz coerente a favor da população.