Polí­tica

Foto: Divulgação

Durante audiência pública realizada na Comissão de Infraestrutura do Senado Federal, nesta quarta-feira, 29, onde os senadores membros da comissão ouviram do Ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, e de diretores do DNIT, ANTT e do TCU sobre o impacto fiscal nos investimentos do Ministério dos Transportes.

Na audiência, o senador Vicentinho Alves solicitou esclarecimentos sobre obras federais no Tocantins: a duplicação da BR 153, da divisa com Goiás até Aliança do Tocantins e a BR-010.

O senador argumentou como fará o Governo Federal para dar continuidade às obras da Belém-Brasília, que está paralisada. "De Aliança até Talismã, o DNIT não pode mexer e as estradas estão ficando esburacadas. Com isso, os caminhoneiros e demais usuários da rodovia estão cobrando ações", afirmou o Senador tocantinense. "Precisamos de manutenção na Belém-Brasília", comentou.

O senador ainda defendeu o retorno das obras à BR-010, como forma de atender uma das maiores fronteiras agrícolas do país que é a região que compreende Bahia, Tocantins, Maranhão e Piauí.