Campo

Foto: Ruanna Carvalho A Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins Brasil) atrai anualmente a atenção de empresários do setor do agronegócio de todo o País A Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins Brasil) atrai anualmente a atenção de empresários do setor do agronegócio de todo o País

A Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins Brasil) atrai anualmente a atenção de produtores, empresários, estudantes e pesquisadores em agronegócio de todo o País. O evento é considerado a maior feira de tecnologia agropecuária da Região Norte e a 8ª maior feira de agronegócio do Brasil. Com o tema ‘Cadeia Produtiva de Grãos’, que evidencia uma das principais atividades da agricultura do Estado, a Agrotins Brasil, que  já está em sua 15ª edição, acontece entre os dias 5 e 9 de maio, no Centro Agrotecnológico de Palmas.

A feira é promovida pelo Governo do Estado do Tocantins, por meio da Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) e vinculadas, Agência da Defesa Agropecuária (Adapec), Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Instituto de Terras do Tocantins (Itertins) e apoio de instituições financeiras e entidades de classe ligadas ao setor produtivo.

Durante os cinco dias de evento, serão realizadas duas mil atividades, entre palestras, clínicas tecnológicas, dinâmicas e dias de campo. A meta da Seagro é que sejam capacitados mais de 15 mil participantes. Já quanto ao público, a expectativa é de receber cerca de 95 mil pessoas.

Estrutura

Além de novidades para a pecuária e agricultura, a Agrotins Brasil 2015 trará inovações para a silvicultura, irrigação e demais áreas de produção, que são destaque no Tocantins.  Distribuído em 790 mil m²mais de 400 estantes, o espaço contará com mais de 500 expositores, além de 11 pavilhões específicos para a aquicultura, irrigação, pecuária, flores tropicais, utilidades públicas, entre outros temas.

De acordo com o secretário da pasta, Clemente Barros, para esta edição, a procura por estantes foi maior que a oferta. “Este ano, a demanda por espaços foi maior do que tínhamos disponível. A iniciativa privada já está trabalhando há dois meses na Agrotins, o que demonstra o interesse de expositores de todo o país. Para esta edição, teremos uma feira ainda mais diversificada na área de máquinas, sementes, insumos, unidades demonstrativas e de pesquisa”, comemora.

Contando com atividades culturais e programação diversificada para várias áreas de interesse, também serão apresentadas novidades em melhoria genética para bovinos, dinâmicas de máquinas e tecnologia de ponta para a produção no campo, com uso de equipamentos aéreos de registro fotográfico e georreferencial guiados por controle remoto, também conhecido por “drones”.