Campo

Foto: Manoel Júnior Estudantes secundaristas e acadêmicos estão aproveitando as atividades da Agrotins para agregar informações as suas grades curriculares Estudantes secundaristas e acadêmicos estão aproveitando as atividades da Agrotins para agregar informações as suas grades curriculares
  • Os estudantes têm acesso a atividades como ciclos de palestras e minicursos

Durante os cinco dias de realização da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins Brasil 2015), estudantes secundaristas e acadêmicos do Estado estão aproveitando os ciclos de palestras e minicursos para agregar informações as suas grades curriculares. Na programação, inovações nas áreas de melhoramento genético, técnicas de manejo e atualizações em práticas de silagem, produção de ração e confinamento de animais têm como público futuros profissionais que chegarão ao mercado de trabalho mais qualificados e preparados.

Segundo o zootecnista João Gonçalves Neto, professor na Universidade Católica do Tocantins, as atualizações e demandas do mercado são apresentadas para estudantes em formação, mas que, certamente, vão unir os conhecimentos adquiridos em sala de aula com as demandas e atualizações do mercado. “A Agrotins funciona como um grande laboratório a céu aberto, não só para os alunos, mas para nós, professores e profissionais em atuação”, afirmou.

Para a estudante do 5º período de Zootecnia Nicolle Fleury, os conhecimentos assimilados em sala de aula têm a oportunidade de serem expostos aos visitantes por meio de maquetes e unidades ilustrativas. “Podemos apresentar, de maneira simplificada ao público, assuntos como manejo de grandes animais, estações de piscicultura, entre outros”, afirmou.

Expectativas

Vindo do município de Dianópolis, região sudeste, o estudante do curso técnico de Agropecuária Felipe Jácomo conheceu as estruturas da Agrotins Brasil 2015. De acordo com o estudante, a expectativa no dia de visitas é saber mais sobre a sua área. “Quando eu me formar, quero continuar morando no Tocantins e, para isso, pretendo estar mais capacitado”, afirmou. Já os alunos Bruno Leal Carvalho, Brenda Ferreira, Jhonata Ramos e Carlos Eduardo Lucas, que cursam o 8º ano na Escola Família Agrícola de Porto Nacional, estão vindo pela primeira vez à Agrotins. “Estamos tendo aulas de zootecnia e bovinocultura, por isso, nosso interesse maior, além de conhecer a Feira, é saber mais sobre a produção de bovinos e piscicultura”, disse Bruno Leal.

Realização

A Agrotins Brasil 2015 é promovida pelo Governo do Estado do Tocantins, por meio da Seagro e vinculadas, Agência da Defesa Agropecuária (Adapec), Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Instituto de Terras do Tocantins (Itertins) e apoio de instituições financeiras e entidades de classe ligadas ao setor produtivo.

Por: Redação

Tags: Agrotins 2015, João Gonçalves Neto, campo