Estado

Foto: Divulgação Secretária destaca visão humanitária da gestão Secretária destaca visão humanitária da gestão

Estão abertas desde segunda-feira, 4, o processo para a seleção de agentes de desenvolvimento local e economia solidária do Projeto Ecosol territorial, desenvolvido através de convênio entre a Secretaria de Estado do Trabalho e Assistência Social – Setas e o Ministério do Trabalho e Emprego, através da Secretaria Nacional de Economia Solidária. As inscrições, que devem ser feitas no Site da Setas, são gratuitas e vão até 17 de junho. O edital já está publicado no Diário Oficial do Estado.

O contrato será de um ano, prorrogável por mais um, e a carga horária é de 40 horas semanais. O valor pago será de R$ 830, 21 para cada agente. Serão 17 vagas nas regiões do Bico do papagaio, Jalapão e sudeste do Estado sendo as cidades contempladas: Araguatins, Augustinópolis, Axixá do Tocantins, Carrasco Bonito, São Miguel do Tocantins, Esperantina, Sampaio, Lagoa do Tocantins, Mateiros, Rio Sono, Santa Teresa do Tocantins, Ponte Alta do Tocantins, Rio da Conceição, Porto Alegre do Tocantins, Paranã, Taipas do Tocantins e Dianópolis.

Os postulantes às vagas devem ter disponibilidade integral para o projeto e terão como atribuições levantar as potencialidades econômicas locais, fomentar novos empreendimentos solidários e assessorar os já existentes, articular os gestores públicos em torno do tema e principalmente estimular a construção e o fortalecimento de espaços coletivos que debatam e definam as necessidades das comunidades. Os recursos investidos para a contratação são da ordem de R$ 521 mil e ao todo serão investidos no projeto R$ 2,3 mi.

Para a Secretária de Estado da Assistência Social, Patrícia Amaral a seleção é uma oportunidade e ferramenta para fomento da economia solidária nos municípios tocantinenses. “A economia solidária  é uma estratégica de desenvolvimento que vamos levar para os municípios visando agregar diversas iniciativas da economia solidária  para apoiar a organização de redes e outras formas de articulação econômica dos empreendimentos solidários”, disse. A titular da pasta frisou ainda que faz parte da visão da gestão do governador Marcelo Miranda promover ações voltadas ao desenvolvimento dos municípios.

Seleção

A seleção tem três etapas: a inscrição, avaliação curricular e por último a entrevista individual. Entre os requisitos básicos para a contratação estão ter o ensino fundamental completo e idade mínima de 18 anos. As etapas de avaliação curricular e de entrevista serão realizadas pelo Grupo gestor do projeto.

O edital especifica que não serão aceitas inscrições condicionais ou extemporâneas nem quaisquer alterações após a formalização.

A comprovação das atividades de experiência poderá ser efetivada mediante apresentação de anotação da carteira de trabalho e previdência Social CTPS, certificados, carta de referência, declaração do setor de recursos humanos, todos em papel timbrado e devidamente assinado.

As entrevistas, na última etapa, serão realizadas na sede da Setas em Palmas com data e horário a serem publicados no Diário Oficial.

Em caso de empate na classificação a preferência será pelo candidato que tiver idade igual ou superior a 60 anos e ainda maior pontuação na análise curricular.