Saúde

Foto: Laiany Alves Crianças de seis meses e menores de cinco anos de idade devem tomar vacina Crianças de seis meses e menores de cinco anos de idade devem tomar vacina

Todas as salas de vacina do Estado permanecerão abertas das 8 às 17 horas neste sábado, 9 de abril, para atender quem ainda não se vacinou contra a influenza, conhecida popularmente como gripe. A campanha de vacinação contra começou no último dia 5 e segue até o próximo dia 22 de maio.

“No entanto, os postos de saúde vão abrir neste sábado para facilitar o acesso daquelas pessoas que desempenham atividades que não permitem o deslocamento até uma unidade durante a semana”, ressalta o secretário estadual de Saúde, Samuel Bonilha, que vai participar da abertura oficial da campanha, a partir das 8 horas, na Unidade de Saúde da Família da quadra 712 sul.

Mais de 324.200 doses da vacina contra a influenza foram distribuídas entre os 139 municípios do Tocantins para atender a campanha deste ano.  A expectativa é vacinar 324.168 pessoas no Tocantins.

A vacina é oferecida gratuitamente a idosos e grupos considerados prioritários pelo Ministério da Saúde, sendo eles: crianças de seis meses e menores de cinco anos de idade; indígenas, a partir de seis meses de idade; gestantes; puérperas até o 45º dia após o parto; trabalhadores de saúde; adultos a partir de 60 anos; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; usuários portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais.

Influenza

Segundo a gerente estadual de Imunização, Rosângela Bezerra, a vacina diminui os riscos, complicações, internações e mortes em decorrência da gripe.

No Tocantins, este ano, não foram confirmados casos de influenza.  No ano passado, apenas três casos foram registrados em todo o Estado, que também não teve registro de óbitos por esta causa.

A influenza é uma doença viral febril, aguda, cujos sintomas incluem febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, dores musculares e perda de apetite. Também são comuns sintomas respiratórios com tosse seca, dor de garganta e coriza. A infecção sem evolução grave comumente apresenta sintomas por uma semana.