Estado

Foto: Jaciara França

As propostas da Política Estadual de Juventude, que será retomada no Tocantins foram apresentadas nesta sexta-feira, 8, à Secretaria Nacional da Juventude. O trabalho deve envolver oito órgãos estaduais para a realização de projetos transversais, que garantam a criação de oportunidades de crescimento aos jovens do Estado.

A proposta foi apresentada pelo superintendente estadual da Juventude, Ricardo Ribeirinha, em Brasília. O secretário nacional da Juventude, Gabriel Medina, se surpreendeu com o nível do projeto e com a atenção que o Governo do Tocantins está dando às políticas de juventude. “Fiquei muito entusiasmado com as propostas da Superintendência de Juventude do Tocantins, pois é um conjunto de ações não só para hoje, mas para o futuro. Notamos que este é um governo que está disposto a ser um governo da juventude e a gente espera que o Tocantins dê um exemplo para o Brasil, mobilizando o Estado para participar da construção dessas políticas públicas”, afirmou.

Ricardo Ribeirinha afirmou que a proposta é trabalhar uma política transversal, envolvendo diversos órgãos, visto que a juventude está presente em todas as áreas de desenvolvimento. “Hoje, mostramos que os gestores da juventude e o Governo Marcelo Miranda estão entusiasmados para implantar uma política séria para a juventude do Estado. O Brasil passa por um momento de reflexão não só na economia e as políticas de juventude estão diretamente ligadas ao meio ambiente, esporte, educação e todas as demais áreas de desenvolvimento”, enfatizou.

Também participaram da reunião, o secretário de Representação em Brasília, Renato de Assunção, e a deputada estadual Josi Nunes.

Política Estadual de Juventude

A Política Estadual de Juventude foi elaborada a partir de cinco eixos: Diagnóstico da Juventude, que vai traçar o perfil dos jovens do Estado; Convênios e Captação de recursos, que visam o fechamento de parcerias com os programas do governo federal; Plano Estadual da Juventude, que definirá um Estatuto para os jovens do Estado; Empreendedorismo Juvenil, voltado para a criação de oportunidades de crescimento econômico dos jovens; Programa Integrado, que contempla ações de prevenção à criminalidade.

Os projetos envolverão as secretarias de Defesa e Proteção Social, Educação, Cultura, Saúde, Agricultura, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e a Polícia Militar. As ações serão realizadas nas 580 escolas estaduais, inclusive nas indígenas, nas 20 comunidades quilombolas, nos assentamentos rurais e nos campi da Universidade Federal do Tocantins. “Temos muito trabalho a fazer e vamos priorizar o combate às drogas, à prostituição e à gravidez na adolescência, para sanar necessidades urgentes e também para atender uma demanda que a primeira-dama, Dulce Miranda, nos delegou”, destacou Ricardo Ribeirinha.