Palmas

Foto: Divulgação

Com o objetivo de unir todas as esferas de governo em favor dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (JMI), o secretário municipal extraordinário dos Jogos, Hector Franco, recebeu na tarde desta terça-feira, 19, o secretário estadual da Comunicação, Rogério Silva, o secretário e subsecretário estadual da Cultura, Melck Aquino e André Araújo, respectivamente, e a presidente da Fundação Cultural de Palmas, Eliane Campos.

 O secretário Hector falou da importância dos constantes diálogos com os representantes do Estado no processo de construção do evento. “Desde o começo temos interesse em caminharmos juntos com o Governo do Estado, para prepararmos não só a cidade de Palmas, mas todo o Estado do Tocantins para receber os turistas e negócios que virão com os Jogos”, relata.

 Melck Aquino demonstrou interesse em conhecer detalhes do projeto dos JMI e ofereceu a estrutura das secretarias do Estado para colaborar no que for necessário para a realização do evento.

 Rogério Silva declarou que um evento deste porte envolve todas as áreas, desde a saúde até a educação, cultura, esporte e segurança, e que obtermos sucesso é necessário a participação de todos. “Esse evento é de todos os tocantinenses, temos que formar um grande time, porque os Jogos são a oportunidade de promovermos o nosso Estado”, diz.

 Franco apresentou as etapas do evento e o planejamento do que vem sendo feito pela Gestão Municipal, o Ministério do Esporte, o Governo do Estado e o Comitê Intertribal – Memória e Ciência Indígena para o cumprimento da Matriz de Responsabilidades, assinada pelos envolvidos. Ele falou ainda de algumas ações pontuais, como a reforma do Estádio Nilton Santos, que conta com a atuação do Governo do Estado para a liberação total do espaço.

 Do ponto de vista da presidente da Fundação Cultural de Palmas, Eliane Campos, é necessária que seja feita uma “divulgação de dentro para fora, de forma que o público tocantinense comece a se envolver com o evento, porque os Jogos, além de reafirmar a cultura indígena, promovem o nosso Estado”.