Polí­tica

Foto: Divulgação

Uma mobilização do Partido Democrático Trabalhista do Tocantins (PDT/TO) dará o pontapé inicial para as eleições de 2016. Nessa sexta-feira, 22, com a presença do presidente nacional da sigla, Carlos Lupi, o partido reúne lideranças e militantes para definir estratégias, na capital e no interior, para a disputa no ano que vem.

Para o presidente estadual do Partido, Ângelo Agnolin, a mobilização da sigla, nesse momento, visa definir metas que passem pela ampliação do número de filiados e pela construção de candidaturas competitivas em 2016. “Estamos agora reorganizando o partido, os diretórios, conversando com as lideranças, para fortalecer os projetos e os nomes que se apresentam capazes de enfrentar as urnas,” comentou. 

PDT Nacional

Ainda conforme o deputado, na esfera federal, o PDT tem se destacado por manter uma postura independente e avessa às tentativas de precarização das relações do trabalho. “O partido tem mostrado coerência com a luta em defesa dos trabalhadores. Isso fortalece o nome do partido”, disse.

O Encontro do PDT pretende também abrir as discussões sobre a participação das mulheres na política. Na visão do PDT, num momento em que o Brasil define os rumos para uma Reforma Política, é importante que os partidos se unam para ampliar a igualdade de gênero e a participação das mulheres na política. “O PDT tem privilegiado, e incentivado a participação das mulheres na vida política. A igualdade de gênero fortalece o debate, e reverte parte do atraso que o Brasil vive em relação as políticas públicas para mulheres”, ressaltou Agnolin.

O Encontro Regional do PDT acontece às 14 horas dessa sexta-feira, 22, na Câmara Municipal de Palmas.

Por: Redação

Tags: PDT, Ângelo Agnolin