Saúde

Foto: Divulgação

Para mostrar que o diagnóstico positivo de HIV/Aids não impede uma vida normal, acontece nesta quinta-feira,28, em Palmas, o XVI Seminário Casa Oito de Março sobre Mulheres e Saúde. O encontro acontece na Praia das Arnos, a partir das 14 horas, e reúne mulheres em um debate que tem como tema principal “A Cidadania Positiva das Mulheres HIV Vivendo no Tocantins”. O evento é organizado pela Casa Oito de Março, com apoio do Governo do Tocantins, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

A programação do encontro inclui debates, apresentações, testagens de HIV com fluido oral e rodas de conversa. “A proposta do encontro é discutir como vivem as mulheres com HIV/Aids, debater a importância de movimentos sociais em prol do grupo e incentivar a luta pela garantia da cidadania dessas mulheres”, explica a presidente da Casa Oito de Março no Tocantins, Bernadete Aparecida Ferreira.

Diagnóstico

Para diagnosticar a doença, basta se dirigir a qualquer Unidade de Saúde da Família (USF) no Estado e, em uma consulta, solicitar o exame. Além disso, a Sesau disponibiliza preservativos e testes rápidos aos municípios para realização de exames de diagnóstico preliminar em atividades educativas e em blitz de orientação à população. O objetivo é ampliar o acesso ao diagnóstico e garantir a adesão ao tratamento, que é gratuito, conforme ressalta o secretário estadual de Saúde, Samuel Bonilha.

Em 2014, foram notificados 154 casos novos de Aids no Tocantins. No mesmo, ano foram registrados outros 214 novos casos de HIV positivo no Estado.