Estado

Foto: Jeeferson Ferrari

Duas ordens de serviço para obras que vão beneficiar a região de Gurupi devem ser assinadas nesta quinta-feira, 28, pelo governador Marcelo Miranda (PMDB). Os documentos se referem às obras de recuperação e pavimentação do Parque Agroindustrial de Gurupi e à implantação de sete sistemas coletivos de abastecimento de água, que atenderão a cinco comunidades rurais do município. A assinatura acontecerá às 16 horas, no Centro Cultural Mauro Cunha. À noite, o governador participará da abertura da 43ª Expogurupi, evento do setor agropecuário que acontecerá até o próximo domingo, 31.

A implantação dos sete sistemas coletivos de abastecimento de água no município de Gurupi faz parte da 2ª etapa do Programa Tocantins sem Sede, e atenderá cerca de 250 famílias das comunidades rurais de Sobradinho, 12 de Outubro, Micro-Jandira, Chacareiros do Parque Industrial e PA Vale Verde. Este último, devido à sua extensão, será beneficiado com três sistemas. Segundo o diretor de Planejamento, Supervisão e Controle das Obras da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), Anderson Rodrigues Messias, serão mais de 20 km de distribuição de rede, que levará água potável aos beneficiados. As obras terão investimento de mais de R$ 1,2 milhão.

A entrega dos sistemas foi possível graças ao aditivo do programa Água para Todos/Tocantins sem Sede, um convênio firmado entre o Estado e o Ministério da Integração Nacional para a implantação de 63 sistemas coletivos de abastecimento de água. Os sistemas são compostos por reservatório, clorador (sistema de tratamento) e rede de distribuição. Ao todo, o aditivo atenderá mais de 4.500 famílias em 27 municípios de todas as regiões do Estado.

Parque Agroindustrial

Outra obra que será autorizada pelo governador nesta quinta-feira diz respeito à recuperação e pavimentação do Parque Agroindustrial de Gurupi. O empreendimento, que estava paralisado desde outubro do ano passado, conta com investimento de quase R$ 2,5 milhões, provenientes do Fundo do Desenvolvimento Econômico (FDE).

Este valor será empregado na recuperação de 66 mil m² de vias e pavimentação de 32 m², o que vai proporcionar melhor acesso ao parque. Além disso, será feita a instalação de meios-fios e ampliação da rede de energia elétrica.