Estado

Foto: Miller Freitas

Um reforço significativo está sendo dado às 43 unidades prisionais do Estado, com a aquisição e a entrega de novos equipamentos de segurança. Ao todo, serão entregues às unidades 230 pistolas, 175 coletes, 50 máscaras, 10 metralhadoras (MT .40), 05 carabinas (CT .40), 10 mil munições .40 para uso em treinamentos, 09 mil munições .40 para uso em atividades diárias, 1.500 munições letais calibre 12.

As primeiras unidades a receber os equipamentos foram as da região Norte do Estado. Os chefes dessas unidades se reuniram no Presídio Barra da Grota, em Araguaína, na tarde de quarta-feira, 27, em solenidade de entrega de equipamentos que contou com a participação da secretária de Defesa e Proteção Social, Gleidy Braga, também representando o governador Marcelo Miranda. “É importante que o agente possa desenvolver as atividades dentro das unidades com equipamentos adequados, assegurando a sua própria segurança e a dos reeducandos,” justificou o investimento.

O Presídio Barra da Grota, por exemplo, conta agora com 25 novas pistolas, 02 metralhadoras (MT .40), 01 carabina (CT .40), 15 coletes, 900 munições .40, 50 munições letais calibre 12 e 10 máscaras. Representando os chefes das unidades da região Norte do Estado, Jean Carlos Gomes, que atualmente dirige o Presídio Barra da Grota, destacou que essa é a primeira vez que o sistema penitenciário recebe uma quantidade tão significativa de equipamentos de segurança. “Esse material vai ajudar a assegurar a segurança e, consequentemente, as atividades voltadas para ressocialização dos apenados nas unidades”, conclui.

Além dele e da secretária Gleidy Braga, participaram da entrega dos equipamentos, o subsecretário, Hélio Marques, do diretor de Administração Prisional, Darlan Rodrigues Correa, do secretário municipal de Habitação, vereador Geraldo Silva, e do subcomandante da Policia Militar (PM), capitão Costa, os agentes penitenciários receberam os equipamentos que vão auxiliar no desempenho de suas funções nas unidades. De acordo com o diretor do Sistema Prisional, Darlan Rodrigues, o Governo do Tocantins, investiu quase R$ 1 milhão na compra desses equipamentos, destinados a todas as unidades prisionais do Estado.

Visita ao Judiciário

A secretária Gleidy Braga visitou, ainda, o juiz de Direito da 2ª Vara de Execuções Penais de Araguaína, Antônio Dantas de Oliveira Júnior. Na ocasião, ambos debateram temas relacionados às demandas do sistema penitenciário no município. Entre as demandas mais urgentes está a localização de um imóvel adequado para instalação da Unidade de Regime Semiaberto local, foi interditada pelo magistrado por falta de estrutura física.

A secretária informou ao magistrado que a equipe técnica do sistema penitenciário está à procura de um novo imóvel no município, e que está trabalhando para resolver problemas no sistema penitenciário que se acumularam, nos últimos anos, por falta de investimento e de gestão. (Ascom Sedeps)