Educação

Foto: Divulgação

Os candidatos que fizeram a inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até esta quarta-feira (10) para pagar a taxa de R$ 63. A inscrição é confirmada apenas após o pagamento, que deve ser feito até as 21h59min, no horário de Brasília. As provas serão nos dias 24 e 25 de outubro.

O prazo de inscrição terminou na última sexta-feira (5). Quem não imprimiu a Guia de Recolhimento da União (GRU) no fim do processo de inscrição ainda pode fazê-lo. Para isso, basta acessar a página do Enem e informar o CPF e a senha.

Os estudantes que vão concluir o ensino médio este ano em escolas públicas são isentos automaticamente.

Também não pagam a taxa os participantes que solicitarem a isenção por carência, ou seja, aqueles que têm renda renda familiar por pessoa igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que cursaram o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada. Participantes que declararam ser integrantes de família de baixa renda ou estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica também são isentos.

Quem declarou carência deve verificar na página do participante se o pedido de isenção da taxa foi autorizado. Caso isso não ocorra, deve fazer o pagamento no mesmo prazo.

Neste ano, a taxa de inscrição foi reajustada, pela primeira vez desde 2004. Passou de R$ 35 para R$ 63, para repor as perdas com a inflação.

O Enem foi criado para avaliar os alunos que estão encerrando o ensino médio ou que já o concluíram em anos anteriores. Estudantes que não terminaram o ensino médio este ano podem participar como treineiros, ou seja, o resultado não poderá ser usado para participar de programas de acesso ao ensino superior.

O Ministério da Educação vai divulgar hoje (8) o balanço final dos inscritos. No no passado, foram 8,7 milhões. Até as 16h do último dia de inscrição, a edição de 2015 havia registrado mais de 7,3 milhões de estudantes.

Para ajudar os candidatos a se preparar para o Enem, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) preparou o aplicativo Questões Enem que reúne todas as questões desde a edição de 2009. No sistema é possível escolher as áreas do conhecimento que se quer estudar. O acesso é gratuito. (EBC)