Polí­tica

Foto: Divulgação

O Conselho Federal de Administração confiou ao senador Donizeti Nogueira (PT-TO), a apresentação de um projeto de lei para regulamentação da profissão. Em reunião na tarde desta terça-feira,16, o parlamentar recebeu em seu gabinete o presidente do CFA, Sebastião Luiz de Mello, o diretor da Câmara de Fiscalização e Registro, Jorge Humberto Sampaio e os tocantinenses, Rogério Ramos, vice-presidente de Administração e Finanças do CFA e Renato Jayme, conselheiro do Conselho Regional de Administração do Tocantins.

Segundo o presidente do CFA, o projeto de lei que propõe mudanças na especificação das atribuições do administrador, nas exigências para o exercício da profissão e nas regras de funcionamento dos órgãos reguladores, não quer garantir reserva de mercado e sim, adequar a ciência da Administração às novas necessidades, tanto no setor público quanto no privado. O administrador Sebastião disse ainda que o nome do senador foi acolhido assim que sugerido por Rogério Ramos pela boa vontade que Donizeti sempre demonstrou com a categoria. “Seu nome foi facilmente aprovado para ser nosso porta-voz, porque além de ser administrador, vimos em você a disposição em trabalhar pelos direitos dos trabalhadores”, afirmou.

A proposta é fruto de debate entre os 27 Conselhos Regionais de Administração, da Federação Brasileira dos Administradores (Febrad), da Federação Nacional dos Administradores (Fenad) e sindicatos da categoria, que representam aproximadamente 400.000 profissionais registrados. Donizeti Nogueira agradeceu a confiança da categoria, garantindo que envidará todos os esforços necessários para a discussão e aprovação do projeto de lei. “Minha responsabilidade aumenta muito ao saber que este projeto vem de um intenso debate da classe e que eu representarei os anseios dos administradores nesta Casa”, encerrou.