Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual Wanderlei Barbosa (SD) voltou a questionar durante a sessão desta terça-feira, 16, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB) com relação a investimentos em várias áreas na capital, convênio com a Saneatins e inclusive investimento no esporte. “Eu desafio se tem condições de debater num veículo (de comunicação) a destinação de recursos para o Esporte e da Saneatins e dizer para o povo de Palmas que usou dinheiro de maneira coerente”, disse.

O parlamentar fez várias acusações. “Todos os agentes políticos do município de Palmas estão envolvidos até o pescoço”, disse. Ele voltou a questionar ainda o papel da Câmara de Vereadores da capital com relação aos ataques que os vereadores lhe fazem. “A resposta da Câmara é investigar e não partir para o ataque”, disse.

O parlamentar disse que verificou in loco a situação de algumas áreas da capital e citou o caso de uma feira de Taquaruçu que custou R$ 200 mil  enquanto valeria bem menos, segundo ele. O parlamentar falou ainda de um show realizado em Taquaruçu e questionou o preço. “Eles tem os agentes certos para fazer a lavagem de dinheiro nessa cidade”, disse.

O deputado do Solidariedade ainda disse que vai mostrar na Assembleia os contratos suspeitos assinados pelo prefeito: Vou mostrar cada contrato desse até essa Casa se conscientizar que temos que fazer uma CPI para averiguar esses recursos com a Saneatins. Os que roubaram o dinheiro do povo de Palmas tem que ter o mesmo tratamento que tiveram os agentes da Fifa”, disse. O parlamentar chegou a dizer que estaria sendo chamado para conversar por aliados do prefeito: “Prefiro sair da política do que me calar!”

O deputado do PSB, Ricardo Ayres defendeu a gestão municipal das críticas de Wanderlei. “O deputado Wanderlei é um grande parlamentar mas parece que está com saudade da Câmara de Palmas!”, ironizou. Ele esclareceu ainda que a licença do secretário Marcílio saiu porque foi fazer uma cirurgia de aneurisma da aorta. Sobre a Saneatins ele disse que a prefeitura impôs que fossem feitos os investimentos na cidade. “Se ele (prefeito) prestigiou a empresa com convênios fez assim como essa Assembleia vem fazendo através das emendas”, disse.

O deputado aliado do prefeito disse que wanderlei está propagando calúnias difamatórias contra a prefeitura. "Não podemos exagerar e atribuir fatos criminosos a quem vem resgatando a autoestima dessa cidade", disse.

 Sobre os aumentos de IPTU e demais impostos o deputado afirmou: “Isso é uma opção política de quem quer promover política social tirando dos que tem muito.  A cidade está muito bem administrada para quem quiser ver”, disse.

Querendo proteger ladrões

Após o pronunciamento de Ayres, Wanderlei Barbosa rebateu o deputado frente à frente: “O senhor está querendo proteger ladrões, o senhor é advogado. Não defenda uma imoralidade dessa”, disse. O deputado Ricardo Ayres, que senta-se ao lado de Wanderlei no plenário, ficou visivelmente constrangido.