Estado

Foto: Divulgação

Os servidores públicos pré-selecionados para adquirirem apartamentos do Programa Minha Casa Minha Vida devem procurar os correspondentes bancários da Caixa Econômica Federal para efetivação do contrato com a construtora. Os 392 apartamentos destinados, exclusivamente, a servidores públicos são frutos de uma parceria entre o Ministério das Cidades e o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional Urbano e Habitação (Sedruh).

Para as assinaturas, os 392 apartamentos da primeira etapa foram fracionados em três fases. Neste primeiro momento, 140 servidores realizarão a efetivação dos contratos que seguem de acordo com as simulações realizadas. Após a obtenção dessas 140 assinaturas, mais 112 servidores poderão firmar o contrato, finalizando com uma última chamada de outros 140.

Segundo o gestor da Sedruh, Aleandro Lacerda, os servidores devem entrar em contato com os correspondentes da Caixa o quanto antes. “É importante darmos celeridade ao processo, já que depende da assinatura de todos para a conclusão desta primeira fase da construção. Precisamos obter todas as assinaturas para poder dar início às obras o mais rápido possível”, disse. 

Para a efetivação dos contratos, os servidores públicos pré-selecionados no programa devem entrar em contato com os correspondentes da Caixa pelos contatos por eles informados no momento do cadastro. 

Apartamentos

Os apartamentos, que terão área de 61,47 m², com dois quartos, sendo um suíte, serão construídos em área doada pelo Estado na quadra Arne 61 e, por isso, terão custo menor que o valor praticado no mercado. 

Oportunidades

Quem perdeu o prazo para cadastro, deve aguardar novas chamadas que serão feitas a cada novo empreendimento imobiliário lançado pelo programa, já que somente este ano está prevista a construção de 3.250 unidades habitacionais em diversas regiões de Palmas, por meio da parceria entre o Governo do Estado e o governo federal.