Turismo & Lazer

Foto: Divulgação

Artesanato, turismo e agricultura familiar em um mesmo espaço. O stand do Projeto Turismo e Produção Associada, na 18° Exposição Agropecuária de Almas, na última semana, uniu os três segmentos para levar conhecimento, proporcionar negócios e divulgar os pontos turísticos da Região Sul e Sudeste do Estado. Durante os quatro dias de exposição, foram comercializados cerca de R$ 2.500 no stand. 

A analista técnica do Sebrae e gestora do projeto, Carlúcia Saraiva, explicou que o objetivo foi alcançado durante os dias que o stand foi exposto. “Conseguimos disseminar o projeto para as pessoas conhecerem com maior abrangência e clareza. Os visitantes descobriram o quanto a região é rica, e muitas delas não tinham esse conhecimento”, destacou. 

Carlão Silva visitou o stand e acredita ser um grande incentivo para os expositores. “Fundamental importância ter um espaço desses dentro da feira. Os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer e comprar produtos que são produzidos tanto na zona urbana quanto na rural e pelos artesãos”, contou, acrescentando que isso fortalece a economia do município e gera renda para as famílias, futuramente gerando mais empregos. 

Para Mariene Batista, participante do projeto, essa foi a oportunidade que estava esperando há muito tempo. “No primeiro dia vendi R$ 170 e nos outros também tive boa venda. A minha esperança é que sempre venha mais oportunidades, essa é a expectativa não só para mim, mas para todos os envolvidos no projeto.” 

Já o engenheiro agrônomo José Eduardo Vaz acredita na junção entre os participantes do projeto Turismo e Produção Associada. “Achei diferente e muito interessante a ideia de juntar o turismo com o artesanato e os produtos desenvolvidos pela agricultura familiar em uma exposição agropecuária, valorizando o trabalho de todos e sendo um diferencial dentro da feira agropecuária”, afirmou Vaz. 

A bióloga e integrante do Comitê Gestor, Raquel de Macedo, acredita que a participação na exposição agropecuária de Almas foi de grande importância para divulgar o projeto e a importância do turismo dentro das regiões associadas. “A região sul e sudeste tem um grande potencial e precisa ser divulgado. O turismo alavanca a economia de qualquer região quando presente, então o que nós queremos é que o projeto seja conhecido por todos”, avaliou, ressaltando que já receberam convites para participar de outras feiras. 

A ação foi realizada pelos cinco comitês gestores do Projeto (Rio da Conceição, Dianópolis, Natividade, Almas e Peixe) e contou com a parceria da prefeitura de Almas, do Sistema Faet/ Senar, do Sebrae, Ruraltins  e Sindicato Rural do município.