Cursos & Concursos

Foto: Divulgação

No campo, como na cidade, as doenças e acidentes causados pelo trabalho, são hoje um dos mais graves problemas de saúde pública. A cada 15 segundos, morre um trabalhador por acidente ou doença ocupacional. Os dados são da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e revelam que as atividades profissionais adoecem, a cada ano, 160 milhões de pessoas em todo mundo. O número de mortes chega a 2 milhões. No Brasil, são computados apenas os casos notificados ao Instituto Nacional de Seguro Nacional (INSS) e, mesmo assim, o País ocupa o quarto lugar no ranking mundial de acidentes de trabalho fatais.

As atividades agrícolas, segundo a OIT, estão entre as que envolvem maior risco de lesões, doenças e acidentes. A saída é a prevenção. Práticas simples ensinadas no curso Educação Postural no Campo, oferecido gratuitamente pelo portal de educação a distância do Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), podem garantir trabalho saudável no campo. 

A assessora técnica do órgão, Deimiluce Lopes Coaracy, explica que desde 2009 o Senar procura orientar a população rural sobre a importância de se adotar práticas para maior segurança no trabalho. “Com o programa Trabalho Decente, realizamos cursos e treinamentos por todo o País para conscientizar nosso público, mas com a educação a distância, vamos ampliar nosso raio de ação e garantir que um número muito maior de brasileiros que vivem na zona rural tenha acesso a esses conhecimentos”.

Aulas interativas com simulador

As aulas já começam nesta quarta-feira, dia 22, mas as matrículas seguem abertas em novas turmas e devem ser feitas no portalhttp://ead.senar.org.br/.  Qualquer pessoa do meio rural pode se matricular, bastando ter mais de 14 anos de idade. O curso está organizado em três módulos: Noções Gerais de Saúde e Segurança do Trabalho, A Educação Postural aplicada ao Trabalho no Campo Saúde e Cuidados Gerais de Segurança no Desenvolvimento de Atividades Rurais.

Com duração de 30 dias, o curso tem 20 horas-aula. Elas podem ser assistidas em qualquer lugar onde haja um computador conectado à internet. O acesso ao ambiente on-line das aulas é liberado noite e dia, para facilitar a vida de quem tem pouco tempo. A linguagem é bem simples e um simulador torna as atividades mais interativas e interessantes. Por meio dele, o participante se vê no cenário de uma fazenda, podendo explorar todos os ambientes, observando trabalhadores e aprendendo atitudes corretas para evitar doenças e acidentes.

Por: Redação

Tags: Deimiluce Lopes Coaracy, Senar