Cultura

Foto: Divulgação

O grupo Três Marias Teatro retorna à cena com a peça inédita, “O Vasto Silêncio” para temporada no mês de agosto. A peça permanecerá em cartaz sempre aos sábados, às 20 horas, no Sesc Palmas (502 Norte). Os lugares são limitados a 40 pessoas e recomenda-se chegar com antecedência.

Os ingressos também poderão ser adquiridos antecipadamente na loja Quavi, localizada na Avenida Teotônio Segurado, 102 Sul, de segunda a sábado no horário comercial.

Baseado no texto clássico da dramaturgia mundial, Casa de Bonecas, do norueguês Henrik Ibsen, o espetáculo trata da história de um casal de classe média que vive uma relação aparentemente harmoniosa e confortável. No entanto Nora, a esposa, vive um grande conflito por esconder um segredo do marido. Para piorar, começa a receber ameaças de um agiota, funcionário do marido no banco em que este é diretor. A situação foge do controle e traz à tona as verdadeiras intenções que sustentavam o casamento.

A fábula funciona como pretexto para propor uma reflexão sobre a instituição casamento e suas bases morais apregoadas pela sociedade burguesa ao longo do tempo. Em que medida, quando se casa, apenas cumpre-se inconscientemente com um roteiro de vida estipulado socialmente? Quais as expectativas que se criam acerca do que seria uma união perfeita, socialmente aceita? Ao cumprir com expectativas inventadas sobre casamento, os indivíduos não violentariam suas próprias naturezas, num processo constante de erosão de suas personalidades?

A obra que originou esta peça tornou-se objeto de intenso debate desde sua primeira publicação em 1879 e seu sucesso tornou o autor conhecido na esfera da literatura dramática mundial. Ibsen questionou as convenções sociais e as bases do casamento, retratando a hipocrisia e os convencionalismos da sociedade do final do século XIX. Na época, mediante as tentativas de emancipação feminina, a peça foi revolucionária, com grande repercussão entre feministas. Na Europa, houve violentas censuras lançadas contra a personagem principal, Nora.

Os atores, formados pela Fundação das Artes de São Caetano do Sul, em São Paulo, utilizaram de suas múltiplas referências de formação na composição deste espetáculo. A pesquisa prioriza a atuação dos intérpretes, que transitam numa linha tênue entre variadas formas de narrativas cênicas. Partindo do tema proposto por Ibsen o grupo buscou inspiração em fontes paralelas, como textos literários e filmes, para criar uma encenação contemporânea. A encenação optou por um espaço alternativo a fim de criar um ambiente intimista com o público, mantendo-o próximo da cena.

O grupo foi fundado em Palmas no ano de 2011 e realizou sua primeira montagem com o prêmio Arnaud Rodrigues de apoio ao teatro, do governo do Estado. Desde então mantém sua pesquisa de forma autônoma e independente.

A produção de “o vasto silêncio” realizou-se sem nenhuma subvenção pública, contando apenas com apoio do Sesc, que cedeu o espaço para as apresentações desta primeira temporada e apoios para divulgação por parte do comércio de Palmas.