Saúde

Foto: Divulgação

Quem usa lente de contato deve ficar alerta aos desconfortos nos olhos acarretados pela baixa umidade do ar. Com a falta de lubrificação nos olhos, aumentam as queixas de ardor, irritação e coceira, que podem ser amenizados ou até eliminados com produtos próprios que mantêm a umidade na superfície ocular por mais tempo.

De acordo com a oftalmologista doutora Susan Yano Mocelin, da Clínica de Olhos Yano em Palmas, se o usuário insistir em utilizar as lentes de contato mesmo apresentando desconforto, está sujeito a desenvolver graves lesões na córnea.

“Nesta época do ano o uso de lubrificantes é importantíssimo.  A aplicação deve ser feita de três a quatro vezes por dia ou de acordo com a recomendação médica. O normal para o usuário de lente é a pessoa não sentir nada”, esclarece a oftalmologista.

Volta aos óculos

“Desenvolver a rotina de trocar as lentes pelos óculos, em determinados horários, é o ideal para a saúde ocular”, explica Dra Susan Yano. Segundo a oftalmologista, muita gente trabalha o dia inteiro em frente ao computador, lendo ou desenvolvendo atividades que exigem uma atenção muito grande.

Essa rotina faz com que as pessoas pisquem menos e lubrifiquem menos os olhos. Ao chegar em casa, muitos pacientes costumam ainda assistir televisão, ler algum livro ou usar o computador pessoal. Nessas situações, o ideal é que haja a substituição do par de lentes de contato pelos óculos, mesmo que não existam sinais de desconforto ou fadiga. Esse comportamento preventivo permite que a superfície ocular ‘respire’ e a córnea se recupere adequadamente.

Novidade na Yano

Chegou no Tocantins a lente Escleral que é a mais nova tecnologia em lentes de contato no mundo, essa lente é indicada para pacientes com alterações na córnea, como por exemplo ceratocone, proporcionando ao paciente o mesmo conforto de uma lente gelatinosa e a visão de uma lente rígida, ideal para aquelas pessoas que tem dificuldade de adaptação com lentes rígidas e não têm indicação do uso de lentes gelatinosas. A tecnologia da lente escleral também proporciona ótima adaptação para correção de: degeneração Marginal Pelúcida; Pós-Trauma; Pós-Transplantes; Pós-LASIK; Pós-PRK; Pós-RK; Pós-Anel Intraestromal; Olho seco; Degeneração de Salzmann; Síndrome de Stevens Johnson, Sjogren; Miopia, hipermetropia e astigmatismo.

Dicas

        higienização: a limpeza das lentes de contato deve ser feita com soluções indicadas pelo oftalmologista. Nada de higienizá-las com água da torneira. Manter o estojo das lentes sempre limpo também é fundamental;

·         nunca durma com lentes: durante o sono o nível de lubrificação dos olhos diminui, e as lentes podem ressecar junto com o globo ocular, gerando uma série de problemas e aumentado o risco de infecções;

·         tire a lente antes de entrar em praias e piscinas: o excesso de cloro e sujeira oferece riscos de contaminação;

·         coloque as lentes antes da maquiagem: quando se mexe na maquiagem e depois na lente, as mãos levam impurezas para os olhos.