Campo

Foto: Divulgação

Uma Força Tarefa designada pela Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) constatou que pelo menos 549 cabeças de gado ingressaram em uma propriedade no município de Arapoema, noroeste do Estado, com as Guias de Transporte Animal (GTAs) do Pará falsificadas. A Adapec lavrou auto de infração com multa no valor de R$ 17.024,00 e interditou a propriedade rural para impedir a movimentação de todo o rebanho, incluído o apreendido, por tempo indeterminado, até que seja concluída a investigação.

A apreensão das GTAs foi realizada na última terça-feira, 11, pelos fiscais da barreira fixa de Pau D’arco, com o apoio de auditores da Secretaria da Fazenda do Tocantins (Sefaz) e da Polícia Militar. Após o cruzamento das informações do sistema da Adapec com o sistema da Agência de Defesa do Pará, descobriu-se que pelos menos nove GTAs verdadeiras daquele Estado tiveram suas informações adulteradas, para incluir o rebanho transportado irregularmente até a fazenda em Arapoema.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil de Arapoema e a Sefaz está sendo informada para averiguar a evasão de divisas. Por se tratar de um documento federal, a fraude também foi comunicada à Superintendência Federal da Agricultura (SFA-TO), que por sua vez deverá comunicar à Polícia Federal e o Ministério Público Federal.

De acordo com o presidente da Adapec, Humberto Camelo, já se sabe que houve fraude documental com a utilização de GTAs da Adepará, por isso, foi aberto um processo administrativo e os fatos foram informados aos demais órgãos envolvidos. “É através da GTA que podemos controlar a movimentação de animais, evitando a disseminação de doenças e mantendo nosso status sanitário consolidado, livre de doenças”, ressalta.

GTA

A GTA é um documento oficial para transporte intra e interestadual de animal, que contém as informações sobre o destino e condições sanitárias, bem como a finalidade do transporte animal (abate, recria, engorda, reprodução, exposição, leilão, esporte e outros).

É um instrumento de fundamental importância para o sistema de Defesa Sanitária Animal, tanto no aspecto de rastreamento de problemas sanitários como na análise de dados, permitindo o estabelecimento de fluxos de trânsito, comercialização de animais e outras questões de importância sanitária. (Ascom Adapec)