Polí­tica

Foto: Divulgação

Na noite dessa última segunda-feira (17), aconteceu uma plenária expandida do Partido dos Trabalhadores de Palmas, que contou com a presença do ministro-chefe da Secretaria de Direitos Humanos, Pepe Vargas, que esteve em Palmas para a assinatura do Termo de Adesão à Agenda de Convergência para Proteção dos Direitos Humanos nos JMI.

Participaram ainda da plenária do PT de Palmas, o senador, Donizeti Nogueira (PT-TO); o presidente estadual do partido, Júlio César Brasil; o presidente municipal, George Brito; o deputado estadual Zé Roberto; o Vereador Waldson da Agesp; a presidente da Federação das Associações Comunitárias e Moradores do Tocantins (FACOM-TO) e Vice- Presidente Conam - Confederação Nacional de Associações de Moradores, Veneranda Elias; lideranças; militância e movimentos sociais.

Durante a plenária foi discutida a atual conjuntura política, a necessidade da militância se posicionar e ir para o enfrentamento e vestir a camisa do partido que vem fazendo mudanças extraordinárias para melhorar a vida da população. Ainda durante o debate as lideranças fizeram um chamado para que os seus militantes saiam às ruas no próximo dia 20 junto com os movimentos sociais, em defesa da democracia.

Eleições 2016

Na ocasião foi dado início aos debates sobre as eleições de 2016 na capital, a importância de o partido ter uma chapa forte de vereadores, como também uma candidatura própria para prefeito em Palmas, onde foi indicado por algumas lideranças e militantes, o nome do deputado Zé Roberto, que se disse lisonjeado com as indicações, no entanto afirmou que precisa pensar, amadurecer a ideia e debater com a base antes de tomar qualquer decisão.

Por: Redação

Tags: Partido dos Trabalhadores, Pepe Vargas