Meio Ambiente

Foto: Fred Alves

Até o momento, 119 artesões estão autorizados para o trabalho na colheita, no manejo e no transporte do capim dourado in natura. A permissão para explorar um dos símbolos do Tocantins e que é fonte de renda para a população do Jalapão é constituída pela Portaria nº 362 do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins).

A técnica do Naturatins Priscila Rosa, fala que 12 associações solicitaram as carteiras de licença para a colheita emitida pelo órgão. “Já cadastramos sete associações o que corresponde a 119 artesões. Até o final do mês, a estimativa é que 500 pessoas estarão autorizadas”, informou. Priscila Rosa explica que o capim dourado é fonte de renda da população local. “Por isso temos que garantir que a sua exploração ocorra de forma ordenada e dentro da regulamentação do órgão ambiental. O nosso objetivo é que esse bem seja colhido na época certa e que não seja traficado”, afirmou.

A colheita ocorre somente em um período do ano, de 20 de setembro a 30 de novembro, e no ato da colheita deverão ser retiradas as flores, onde as sementes ficam depositadas, e as mesmas são lançadas no solo. “Com essa técnica garantimos a reprodução da planta”, reforçou Priscila Rosa. Até mesmo quem transposta o capim in natura deve possuir a carteira de autorização. “A licença é emitida para as pessoas cadastradas nas associações de artesãos e os extrativistas registrados no Naturatins”, explicou a técnica.

Ano passado, cerca de 400 artesãos estavam aptos para exercerem as atividades durante o período destinado à colheita.

Carteira

O prazo para envio dos documentos solicitando a carteira de licença encerrou no dia 31 de julho. A carteira é gratuita e tem validade durante o período de colheita, sendo necessário renovar a cada ano.

A entrega das carteiras para os artesãos está marcada para ocorrer a partir da primeira semana de setembro. A multa aplicada para a colheita, o manejo e o transporte do capim dourado sem a autorização é de R$ 300,00 por quilo, além da apreensão do material, caso esteja sendo transportado ilegalmente, além da multa estabelecida, o veículo também é apreendido.

Capim Dourado

O capim dourado (Syngonanthus nitens) é uma planta nativa que nasce nas veredas do cerrado. No Tocantins, a principal localidade, onde começou o desenvolvimento da produção artesanal, é o Mumbuca, um vilarejo localizado no município de Mateiros. Atualmente, esses artesanatos são produzidos em outras localidades da região do Jalapão, que fica no leste do Tocantins a 180 km de Palmas.

Por: Redação

Tags: Naturatins, Priscila Rosa, capim dourado