Cultura

Foto: Divulgação

O livro: “É Mentira Tuca? Verdade, Emilio!”, será lançado na próxima sexta-feira 28, no Centro Cultural Mauro Cunha em Gurupi, a partir das 19horas e 30 minutos.  

Essa é a primeira obra do tocantinense Emílio Lopes. O livro reúne 22 causos piraqueenses homenageando um amigo da cidade, Isaltino Guedes da Silva, o Tuca, com quem deu muitas risadas desde garoto quando contavam os causos presenciados ou recontados pelos mais velhos contadores de histórias do município.

Emílio explica que as estórias narradas na obra, foram repassadas através da oralidade por antigos moradores e vivenciadas pelo próprio autor quando ainda bem garoto. E relembra que “Tuca,” é na verdade uma pessoa com quem mais compartilhou os causos.  Já  o título do livro, o autor enaltece que remete ao diálogo do personagem Pantaleão contador de causos quando este pergunta sempre a sua esposa: “É mentira Terta”? - Verdade, ela responde. Sendo assim, também uma homenagem ao humorista falecido Chico Anysio.

Para a Secretária da Cultura de Gurupi, Zenaide Dias, Gurupi é uma cidade rica em artistas, escritores e poetas. “A Secretaria da Cultura sempre deu total apoio a todo trabalho cultural da nossa região. Sem dúvida esse é mais um lançamento de muitos que ainda teremos”, disse Zenaide.

Perfil do autor

Emílio Lopes é natural de Piraquê-TO, mas atualmente reside em Gurupi. Professor graduado em Normal Superior e História atuam na Educação desde 1993. Na comunicação e imprensa escrita iniciou em 2002, com o folhetim O Araguaia, jornalzinho datilografado.

Em Araguaína, trabalhou por quatro anos na FIETO/SENAI como assistente de Biblioteca e Assessor de imprensa na Unidade de Comunicação, passando em seguida pelos jornais o Norte, O Girassol de Palmas e o Araguaína 

Por: Redação

Tags: Agenda Cultural, Emílio Lopes, Gurupi