Polí­cia

Foto: Ascom SSP

Policiais Civis da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos (Denarc), sob o comando do delegado Guilherme Rocha efetuaram na tarde dessa quarta-feira, 9, a apreensão de mais de 5 kgs de drogas na região Norte da Capital. Durante a ação, a Denarc também prendeu em flagrante delito, pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas, Samuel do E. S., de 18 anos de idade e realizou a apreensão de dois adolescentes infratores, ambos com 17 anos de idade, além de efetuar a apreensão de arma, munições e demais objetos ligados ao tráfico de drogas.

A apreensão do entorpecente, a prisão e apreensão dos indivíduos deram-se após a Denarc receber uma denúncia anônima informando de que em uma residência, localizada na Quadra 405 Norte haveria grande quantidade de entorpecentes. Com base na informação, os policiais deram início ao monitoramento da residência e, após algum tempo, realizaram a abordagem de um dos adolescentes, o qual foi flagrado com 450g de maconha.

 Os policiais civis então adentraram no imóvel e em seu interior encontraram em poder de Samuel e do segundo adolescente, a quantia de 4,6kg de maconha, 15g de crack, um revólver calibre 22, 08 munições calibre 22, 2 balanças de precisão, além de outros objetos.

Ao término da operação, Samuel e os dois adolescentes foram encaminhados à sede da Denarc e, após os procedimentos cabíveis, o indivíduo maior de idade foi recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Palmas – CPPP, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. Já os adolescentes infratores  foram encaminhados ao Centro de Atendimento Sócio-Educativo (CASE), da Capital, onde também permanecem à disposição da Justiça.  

De acordo com o delegado Guilherme Rocha, o combate ao tráfico de drogas tem sido intensificado, sendo uma das prioridades da atual gestão da Secretaria de Segurança Pública: “Estamos tendo apoio irrestrito do Secretário de Segurança Púbica e do Delegado Geral da Polícia Civil para que continuemos a intensificar a repressão ao tráfico ilícito de entorpecentes, retirando das ruas, a droga, que tanto mal causa à família tocantinense”, ressaltou.

Por: Redação

Tags: Denarc, Guilherme Rocha, Polícia