Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos (Denarc), deflagrou, na manhã desta quinta-feira, 10, a Operação Espectro, a qual resultou na apreensão de aproximadamente 40 quilos de maconha e na prisão de dois indivíduos acusados pela prática do crime de tráfico de drogas, em Palmas.

De acordo com o delegado titular da Denarc, Guilherme Rocha, após receber denúncias de que um indivíduo transportando grande quantidade de drogas, teria embarcado, na noite da última quarta-feira, 9, em Goiânia, com destino a Palmas, os investigadores da Denarc, deram início ao monitoramento do veículo e, montaram uma barreira, nas proximidades do Posto da Polícia Rodoviária Estadual, localizado na saída da Capital, a fim de abordar os coletivos, que por ali passavam.

Sendo que, por volta das 9 horas da manhã, os policiais civis abordaram um ônibus da Viação Hélios, que vinha da Capital de Goiás, o qual se encaixava perfeitamente na descrição da denúncia recebida, como sendo o veículo em que a droga estaria sendo transportada. Ao realizar uma busca na bagagem dos passageiros, os agentes da Denarc localizaram uma mala, de propriedade de Jecivane de Oliveira Lourenço, de 26 anos, na qual estavam acondicionadas 40 barras de maconha, perfazendo um total de 40 quilos da droga. O homem foi preso em flagrante, por tráfico de drogas.

Conforme apurado pela Denarc, a droga serviria para abastecer bocas de fumo localizadas em Taquaralto e nos Jardins Aurenys. Dando continuidade as ações da operação Espectro, os policiais civis deslocaram-se até um posto de combustíveis, localizado no trevo de Taquaralto, onde efetuaram a prisão de Jadson Carvalho de Araújo, de 33 anos, no momento em que o mesmo estava aguardando a chegada do entorpecente, a fim de realizar sua distribuição.

Jadson e Jecivane foram encaminhados a Denarc, onde foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico e, em seguida, recolhidos na Casa de Prisão Provisória de Palmas – CPPP, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Para o delegado Guilherme Rocha, a apreensão de mais essa grande quantidade de entorpecente representa mais um golpe no tráfico de drogas, em Palmas e traz mais segurança à população, uma vez que 40 quilos de maconha não mais chegarão às mãos de usuários e pequenos traficantes. “Estamos agindo com firmeza e intensificando o combate ao tráfico de drogas em Palmas e em todo o Estado, atendendo uma determinação do Secretário da Segurança Pública, César Roberto Simoní e do Delegado Geral da Polícia Civil Roger Knewitz e, dentro dos próximos dias mais prisões e apreensões poderão ser efetuadas”, pontuou.