Polí­tica

Foto: Divulgação

A informação veiculada pela Folha de São Paulo de que a senadora do Tocantins e ministra da Agricultura, Katia Abreu (PMDB) é cotada para substituir Aloísio Mercadante na Casa Civil da Presidência da República vem movimentando o PMDB. Segundo informou o deputado federal do Tocantins, que coordena a bancada federal do Estado, Carlos Gaguim a senadora tem o apoio de maioria do partido para a nova indicação.

“Para o Tocantins é muito importante e principalmente para o Brasil neste momento. A senadora conta com o apoio da maioria do partido apenas a ala que não apoia a presidente Dilma de jeito nenhum é que não é a favor”, frisou.

A articulação para a troca de ministério ainda está nos bastidores mas já gera expectativa entre os aliados da senadora e principalmente do governo federal. “ Estamos torcendo para que a Katia seja indicada para a Casa Civil, isso é uma questão pessoal da presidente Dilma, a indicação para um cargo desse mas a senadora é dinâmica e a que tem maior aceitação dentre todos os ministros”, disse o deputado.

Gaguim conta que está mobilizando os deputados novatos do partido numa mobilização de apoio á suposta indicação que, segundo ele, pode mudar os rumos da aceitação do governo da presidente Dilma. “Ela Ca Casa Civil pode ser  a salvação do governo do PT”, disse.

Mercadante não tem agradado as forças políticas aliadas da presidente Dilma e o PMDB acredita que um membro do partido na Casa Civil pode contornar a crise interna e dificuldade de relação da legenda com a presidente. Oficialmente o Palácio do Planalto negou em nota que pretenda trocar Mercadante.