Estado

Foto: Divulgação

O Judiciário do Tocantins deu um grande passo na sua consolidação como um Poder moderno e mais próximo do cidadão. Com a conclusão do trabalho de digitalização das comarcas de Tocantinópolis e Araguaína a Justiça do Tocantins passa a atuar 100% digital. O anúncio foi feito pelo presidente do Tribunal de Justiça, Ronaldo Eurípedes, durante entrevista à imprensa nesta tarde, após acessar o último processo físico, digitalizado e inserido no e-Proc.

"Vocês estão registrando um marco histórico para o Judiciário do Tocantins e também do Brasil, ao deixarmos o papel no passado. Hoje nós somos o único do país com um sistema eletrônico que vai da delegacia ao Supremo Tribunal Federal", afirmou o presidente.  

Cerca de 135 mil processos físicos remanescentes foram digitalizados a partir da implantação do sistema eletrônico em 2012. Hoje a Justiça do Tocantins, 1º e 2º graus, trabalha com todos os seus processos no sistema e-Proc, sejam em tramitação ou suspensos.

"Esse foi um desafio vencido com a ajuda de todos, magistrados, servidores e muitos voluntários que contribuíram de forma ímpar com o Judiciário. A conclusão da digitalização é um divisor de águas. Buscamos agora refletir essa modernização na nossa prestação jurisdicional, atendendo o cidadão como ele merece", avaliou Ronaldo Eurípedes.

Comarca de Araguaína       

A conclusão da digitalização da segunda maior comarca do Tocantins foi uma conquista à parte. Em Araguaína foram virtualizados aproximadamente 20 mil processos. O título de 100% digital foi efetivado com o último processo inserido no sistema e-Proc, pela 2ª Vara Criminal e Execuções Penais, sob a coordenação do juiz Antônio Dantas de Oliveira Júnior.  

Para a diretora do Fórum, juíza Julianne Freire Marques, atuar integralmente de forma digital trará muitas vantagens. "Essa conquista garante maior agilidade, segurança e transparência no acesso à justiça. Hoje o Tocantins é exemplo com relação ao sistema eletrônico de processos e, a Comarca de Araguaina se insere num novo contexto de modernidade e celeridade com seus processos 100% digitais. Magistrados e servidores que se empenharam nesta árdua tarefa de virtualização estão de parabéns".

Comarca de Tocantinópolis

Os 945 processos da Vara Criminal de Tocantinópolis que ainda tramitavam na forma física também já estão inseridos no e-Proc. Com a conclusão da unidade toda a Comarca passou a atuar integralmente de forma digital.

“A Vara Criminal da Comarca de Tocantinópolis envidou esforços e, com grande dedicação dos servidores, concluiu a virtualização do seu acervo físico iniciando assim uma nova etapa, na qual a prestação jurisdicional será mais célere e eficiente”, afirmou o juiz Helder Carvalho Lisboa, em substituição na unidade judicial.

A escrivã Maria Deluce Andrade Coelho de Sousa também comemorou. "O sistema eletrônico é melhor para trabalhar e vai garantir mais agilidade".