Estado

Foto: Divulgação

Na mesma linha de intervenções adotadas em outras capitais brasileiras e até no exterior, Palmas será alvo de um protesto inusitado nessa terça-feira, 22. Será entre às 9 horas e 11 horas na avenida NS-02, no estacionamento onde fica localizada a drogaria Unicom. Nesse período, algumas vagas de estacionamento destinadas a carros comum serão ocupadas por cadeiras de rodas, com placas com frases tipo “volto já.

A iniciativa é da Gerência de Políticas e Proteção da Pessoa com Deficiência da Secretaria Estadual de Defesa e Proteção Social (Sedeps), que um órgão norteador dos Direitos Humanos no Estado. Segundo o titular da gerência, Willima de Jesus, a intervenção é uma forma de alertar para o respeito aos direitos das pessoas com deficiência, pegando como exemplo a questão das vagas destinadas a cadeirantes nos estacionamentos da Capital, que não é raro encontrar ocupadas por veículos.

A partir de janeiro de 2016, quem estacionar de forma irregular em alguma vaga destinada exclusivamente a cadeirantes ou pessoas idosas estará cometendo uma infração grave. Quem fizer isso terão retirados cinco pontos da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e ainda pagará uma multa no valor de R$ 127,69.

Atualmente, a multa é considerada leve, com três pontos na carteira e o valor a ser pago é de R$ 53,20. O acréscimo será de 140%. “Tem muita gente que acha que estacionar em vaga para deficiente ou idoso por mais que seja apenas cinco minutos, não tem nada. Isso não é legal”, conclui Willima de Jesus.