Estado

Foto: Dirceu Leno

As eleições para o Conselho Tutelar de Tocantinópolis, transcorreu sem nenhuma ocorrência, durante o domingo (4). O certame contou com a participação de 1.885 eleitores, que foram às urnas para escolher os 5 conselheiros tutelares, que atuarão na defesa dos direitos das crianças e adolescentes pelos próximos quatro anos no município.

Com 14.891 eleitores em Tocantinópolis, a votação obteve um percentual de 12.65% do total do eleitorado, sendo realizada em 6 pontos da cidade pelo método tradicional de votação via cédulas. Este ano, foi a primeira vez que a eleição dos conselheiros titulares ocorreu na mesma data em todo o Brasil. A atuação destes profissionais é prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A votação foi encerrada às 17h e, minutos depois, as urnas chegaram ao Fórum, onde a Comissão Eleitoral formada por Dirceu Leno, Marck Silom Ribeiro, Cristiane Oliveira, Emivaldo Aguiar e Maria das Graças Carneiro estavam apostos para darem início ao processo de apuração dos votos. Na ocasião, dezenas de pessoas, dentre elas os próprios candidatos, aguardavam ansiosos o resultado do certame.

A eleição que foi realizada pelo Conselho Municipal da Criança e Adolescente (CMDCA) e pela Prefeitura Municipal de Tocantinópolis teve o acompanhamento da promotora do Ministério Público Estadual (MPE), Drª. Ana Lúcia Gomes Bernardes e pelo presidente do CMDCA, Lázaro Gomes Leite.

Eleitos

1º Aldejúnior Pereira, 260 votos;
2º Roseni Fernandes, 260 votos;
3º Ildenei (Dinê), 223 votos;
4º Cláudia Alves, 214 votos;
5º Cristiane Silva, 174 votos.

Suplentes 

6º Lindonete Silva, 154 votos;
7º Edleuda Ribeiro, 153 votos;
8º Terezinha de Jesus, 121 votos;
9º Alan Almeida, 119 votos;
10º Eliumira Rodrigues, 117 votos;
11º Irmão J. Mar, 67 votos.

Votos nulos: 6;
Em branco: 17;
Total de votos: 1.885

Por: Redação

Tags: Tocantinópolis