Estado

Foto: Divulgação A Sesau informou que os débitos com o Instituto estão dentro da programação de pagamento A Sesau informou que os débitos com o Instituto estão dentro da programação de pagamento

O Instituto de Assistência Social e Saúde do Estado de Goiás (IASSGO) - casa de apoio em Goiânia - alega que o Tocantins tem uma dívida aproximada de R$ 200 mil com o Instituto. A assistente social e sócia do Iassgo, Domingas Oliveira de Sousa, afirmou em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta sexta-feira, 09 de outubro, que a dívida é em decorrência de atendimento de alimentação, transporte e hospedagem aos pacientes que foram ao Estado para tratamento de radioterapia.

De acordo com Domingas, no final de 2014, o Tocantins firmou contrato emergencial com o instituto para atendimento aos pacientes e adiantou algumas parcelas, no entanto, desde junho de 2015, o Estado não arca com as despesas. O instituto atendeu os pacientes até o mês de setembro, quando o contrato expirou. “Esses pacientes vieram para Goiânia por via judicial porque a máquina não funcionava e a promotoria obrigou o estado a procurar um lugar e vieram para Goiânia. No início fizeram o pagamento adiantando e no final fizeram isso (não pagaram). Esse caso já está na promotoria!”, explicou.

Domingas Oliveira ainda informou que o Tocantins não presta esclarecimentos. “O secretário de Saúde (Samuel Bonilha) não atende, não nos dá retorno. O financeiro não retorna e quando liga só embroma (enrola). A gente tem que ter uma forma de receber porque não podemos ficar no prejuízo”, afirmou.

Ainda de acordo com o instituto, foi dado apoio, no início, para cerca de 150 pacientes e por último ficaram mais ou menos 30 pacientes. 

Sesau 

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) informou ao Conexão Tocantins que os débitos com o Instituto de Assistência Social e Saúde do Estado de Goiás (IASSGO) estão dentro da programação de pagamentos da pasta.