Campo

Foto: Divulgação

Com o objetivo de estimular o consumo e a produção de pescados, a Superintendência Federal de Pesca e Aquicultura no Tocantins juntamente com seus parceiros vai realizar nessa sexta-feira (16), na Praia da Graciosa, em Palmas – TO, o encerramento da XII Semana Nacional do Peixe. Durante o dia o evento vai contar com uma oficina de manipulação de pescados que terá como público alvo as esposas dos pescadores e a noite haverá a degustação de 100 quilos de peixes nativos e o show de Onassis Costa.

A oficina de manipulação de pescados será realizada no flutuante Marola, localizado na Praia da Graciosa e terá início às 8 horas. Esse curso é destinado às esposas dos pescadores da colônia Z-10, que atua em Palmas.  

De acordo com a facilitadora do curso, a  bióloga do Ruraltins, Cássia Bento, os participantes vão aprender a preparar receitas e receberão ainda orientações sobre as boas práticas de manipulação e sobre cortes especiais, como filetagem, seleção, armazenamento e congelamento.

Os 100 quilos de peixes de espécies nativas do estado serão doados pela própria colônia de pescadores e depois de manipulados serão usados na preparação de receitas como tortas, quibes, pizzas e caldos. A degustação será aberta ao público em geral, para que possam saborear e conhecer as espécies do estado.

Para o superintendente Federal de Pesca e Aquicultura, Amilton Araújo, unir a capacitação das esposas dos pescadores com a divulgação do uso das novas espécies de peixes na culinária tocantinense é muito oportuno: “O curso tem o objetivo de aprimorar os conhecimentos no que se refere ao preparo de diferentes receitas, além de aprender a aproveitar o peixe de forma integral. Além disso, a população terá a oportunidade de conhecer novas receitas a base de pescados e ter um momento de descontração e interação com os amigos. Desta forma vamos encerrar em grande estilo a Semana Nacional do Peixe aqui no Tocantins”, afirmou Amilton Araújo.

Consumo de peixes no Brasil:

Nos últimos 10 anos, o consumo de pescado vem tendo crescimento acentuado no Brasil. Hoje o brasileiro consome, em média, 14,50 quilos de pescado por habitante/ano de acordo com levantamento feito em 2013. O consumo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de 12 kg/habitante/ano.

Potencial do estado:

O Tocantins é referência na produção de peixes, tendo produzido 15 mil toneladas em 2014 e devendo atingir, até o final deste ano, um aumento de 60%, chegando à 25 mil toneladas de pescado. O Estado tem registradas, atualmente, 37 colônias e cerca de sete mil pescadores, além de quatro frigoríficos para abate de peixes sendo que, dois deles estão em Almas, um em Porto Nacional e outro em Aliança do Tocantins.  Todos com autorização do Serviço de Inspeção Federal (SIF), que permite comercializar a produção em todo o território nacional. A comercialização de pescado é tanto de peixe abatido, quanto de alevinos.

Parceiros:

São parceiros da XII Semana do Peixe, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Pesca e Aquicultura), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Serviço Social da Indústria (SESI), Universidade Federal do Tocantins (UFT), Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins), a Caixa Econômica Federal, a Cooperativa de Trabalho, Prestação de Serviços, Assistência Técnica e Extensão Rural (Coopter), Empresa Sport Náutica.