Estado

Foto: Elcio Dias Centenas de pessoas se inscreveram para participar das discussões temáticas do PPA 2016/2019 Centenas de pessoas se inscreveram para participar das discussões temáticas do PPA 2016/2019

Durante três meses, o Governo do Estado mobilizou milhares de pessoas nos 139 municípios, que foram divididos em oito regionais (Bico do Papagaio, norte, sudeste, sul, nordeste, noroeste, central e Jalapão e centro-oeste) para realização das consultas públicas, que visam subsidiar a elaboração do Plano Plurianual (PPA) 2016/2019.

Nesta segunda-feira, 19, os trabalhos serão encerrados na cidade de Lagoa da Confusão, localizada a 220 km da Capital, na região centro-oeste do Estado. Na ocasião, cerca de 300 pessoas, dentre elas, 32 indígenas de quatro etnias (Krahô, Krahô-Kanela, Karajás e Javaé), estão reunidas no evento.

Esta é a primeira consulta pública que conta com a participação dos povos indígenas. Eles foram convidados para participar do evento e propor ações específicas que possam beneficiar suas etnias, conforme explicou o diretor de Planejamento da Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan), Raul Rodrigues.

Vagner Silva Karajá, 43 anos, disse que espera que o Governo possa colaborar para melhoria da vida do seu povo. Ele elogiou também a iniciativa do Estado em reservar ações específicas para os povos indígenas dentro do PPA. “Pela primeira vez, o Estado está nos ouvindo para colocar nossas demandas dentro do PPA”, afirmou.

O PPA é necessário para que sejam definidas as prioridades e para que não haja desperdício da aplicação do dinheiro público. Previsto na Constituição Federal, ele é realizado a cada quatro anos e contém os programas e metas para as áreas da gestão estadual, como educação, habitação, segurança, saúde, agricultura, infraestrutura, entre outras.

O Governo do Estado deve encaminhar o documento do PPA em novembro para aprovação na Assembleia Legislativa (AL).

Balanço

Em seu discurso, o governador Marcelo Miranda fez um balanço das ações e ressaltou a importância da participação popular para construção do PPA 2016/2019.

“É com grande orgulho que finalizamos aqui, em Lagoa da Confusão, as consultas públicas para elaboração do PPA do Estado. Em cada região que passamos, foi possível sentir a motivação da população, dos nossos servidores públicos e de todos aqueles que contribuíram para o sucesso e realização desse grande evento. Foram três meses de muito trabalho e discussões para definir o que seria melhor para o Tocantins e, consequentemente, para o nosso povo. Terei o maior orgulho e satisfação de assinar esse documento que foi construído por meio de uma ampla participação popular”, ressaltou Marcelo Miranda.

A vice-governadora, Claudia Lelis, também participou do evento. “Quero parabenizar o governador Marcelo Miranda e toda a nossa equipe pela realização desse evento tão grandioso em estrutura e na sua importância. Isso só demonstra o respeito pela opinião popular e a forma democrática como esta administração está conduzindo o Tocantins”, concluiu.

Região centro-oeste

A oitava e última edição das consultas públicas do Planejamento Mais Perto de Você acontece no Colégio Estadual de Lagoa da Confusão e contempla 19 municípios da região centro-oeste do Estado, que possuem uma população estimada em 141.705 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Compõem a região, os seguintes municípios: Abreulândia, Aliança do Tocantins, Araguacema, Barrolândia, Caseara, Chapada da Natividade, Cristalândia, Crixás do Tocantins, Divinópolis do Tocantins, Dois Irmãos do Tocantins, Dueré, Lagoa da Confusão, Marianópolis do Tocantins, Monte Santo do Tocantins, Nova Rosalândia, Paraíso do Tocantins, Pium, Pugmil e Santa Rita do Tocantins.

Na região centro-oeste do Estado, está localizado o Parque Estadual do Cantão (PEC), uma unidade de conservação, com área demarcada de aproximadamente 90 mil hectares, que fica entre os municípios de Caseara e Pium.

A cidade de Lagoa da Confusão é o portal de entrada para a Ilha do Bananal e o Parque Nacional do Araguaia. É conhecida também por sua grande e famosa lagoa de nome homônimo. Suas belezas naturais lhe conferem um dos maiores potenciais turísticos do Estado.