Estado

Foto: Pedro Barbosa

Um jantar com autoridades estaduais de todos os poderes marcou o primeiro contato oficial do Estado com as lideranças indígenas que já se encontram em Palmas para participar dos Jogos Mundiais. Na noite dessa quarta-feira, 21, mais de 20 representantes foram recepcionados pelo governador Marcelo Miranda e pela vice-governadora, Claudia Lelis. O evento foi no Cabana do Lago Eventos e contou com a participação do prefeito Carlos Amastha. 

Em sua fala de boas-vindas, o governador destacou a importância dos Jogos para estreitar relações  entre  os povos indígenas e não indígenas. “Temos o privilégio de iniciar um evento que nos dará a oportunidade de conversar, estreitar laços, uma oportunidade ímpar para que possamos aprender um pouco do esporte, dos costumes e das culturas das etnias participantes”, disse. 

Marcelo Miranda agradeceu pelo empenho e pela presença das etnias representadas nos jogos: “Sejam bem-vindos, sintam-se à vontade. O Tocantins está de portas abertas”, disse. “Este evento é uma prova da união, do envolvimento e do empenho dos governos Federal, Estadual e Municipal”, completou. 

Marcos Terena, presidente do Comitê Intertribal dos Jogos Indígenas, disse que o evento reforçará uma aproximação entre os povos indígenas entre si, e também com os não indígenas. 

“Há mais de 500 anos, mantemos o sonho de paz para a nossa mãe terra. O mundo moderno e tecnológico nunca escutou a voz do índio. Os Jogos Indígenas serão a nossa forma de falar com o homem branco por meio do Esporte. Trouxemos a semente que foi plantada em Palmas. Desde que chegamos, estamos cantando pra mãe terra para que nossos objetivos sejam concretizados”, afirmou Marcos Terena.