Polí­cia

Foto: Divulgação

De acordo com informações repassadas pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), o homem acusado de atropelar Késia Maciel Coutinho em uma faixa de pedestre em Palmas, será indiciado por homicídio culposo, com agravante de acidente com morte e ter ocorrido em uma faixa de pedestre. Késia estava com um bebê de quatro meses no colo quando foi atropelada. O bebê morreu. 

Segundo a SSP, foi instaurado um procedimento preliminar para apurar o acidente. A Secretaria informou que o condutor do veículo foi submetido a teste do etilômetro e não constatou embriaguez e não apresentava nenhuma alteração em seu comportamento que viesse a evidenciar a possível utilização de qualquer tipo de substancia entorpecente. Ainda segundo a SSP, não foram encontrados registros de que o condutor já tenha respondido por qualquer outro procedimento de crime no trânsito.

Um laudo pericial será emitido nos próximos dias. O acuasado estará sujeito a aplicação das penas da legislação vigente do Código de Trânsito Brasileiro. 

A mãe da criança, continua internada no Hospital Geral de Palmas.