Estado

Foto: Divulgação

O Tocantins é um dos 18 estados em que houve aumento no número de mortes violentas (homicídios dolosos, latrocínios e as lesões corporais seguidas de morte), em 2014, conforme o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado neste final de semana. O número de mortes violentas no Estado foi de 24,1 por grupo de 100 mil habitantes. No Brasil, essa taxa foi de 28,9 para cada grupo de 100 mil pessoas.

Ao todo, foram registradas 58.559 mortes violentas no Brasil. A maior parte dessas mortes foi enquadrada como homicídio doloso. Foram 53.305 casos no ano passado. Em seguida, a ação policial aparece como segunda maior causa de óbitos violentos. Em 2014, foram mortas por policiais oito pessoas por dia, em um total de 3.022 casos. Os roubos seguidos de morte vitimaram 2.061 pessoas em 2014. As mortes de policiais foram 408 casos.

Alagoas teve a maior taxa de mortes intencionais por 100 mil habitantes, foram 66,5 em 2014. A Bahia registrou o maior número absoluto de mortes violentas, com 6.265 vítimas em 2014. Apesar de ser o terceiro estado com o maior número absoluto de vítimas – 5.612 em 2014 – São Paulo tem a menor taxa de mortalidade violenta intencional por 100 mil habitantes, 12,7.

O Fórum Brasileiro de Segurança Pública fez o levantamento com base em informações disponibilizadas pelas secretarias de Segurança Pública e Defesa Social em suas páginas oficiais, além de dados obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação.