Estado

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Tocantins (Sindifiscal) elegeu neste último fim de semana, a nova diretoria que vai comandar a entidade sindical pelo biênio 2016/2017. Duas chapas concorreram nas eleições: uma liderada pelo auditor Marco Antônio Maciel Cardoso, e outra pelo presidente-licenciado que buscava a reeleição, Carlos Campos.

A estrutura de votação foi montada para que os eleitores pudessem votar em todas as Delegacias Fiscais da Secretaria da Fazenda, além de uma seção especial em Goiânia. Dos mais de 500 auditores fiscais filiados ao Sindifiscal, 307 foram às urnas manifestar o voto. Carlos Campos foi reeleito para o terceiro mandato consecutivo com 194 votos, contra 110 votos para Marcos Antônio.

Carlos Campos deve reassumir as funções na atual gestão nos próximos dias e já deve começar a trabalhar para viabilizar as ações propostas para o biênio: “Temos que honrar o que foi estabelecido no projeto de campanha e implementar as correções apontadas pela categoria, que vão aprimorar nossa gestão. Quero continuar ouvindo a categoria, tanto aqueles que votaram na chapa, como aqueles que ficaram na oposição.”

Carlos Campos agradeceu o apoio dos colegas auditores e já definiu como o principal  ato no novo biênio será intensificar as ações que visam fortalecer a Administração Tributária. “Hoje a Sefaz dedica muito tempo ao Tesouro e para nós auditores fiscais, é importante pensar ações que implemente a receita tributária. Para atingirmos este objetivo, vamos reformular processos dentro do sindicato e isso vai trazer mais benefícios à nossa categoria”.